quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Rádio Comunitária Altaneira FM está fora do ar por tempo indeterminado


Antena da Rádio Comunitária Altaneira FM é retirada do local.
(FOTO/João Alves).

Texto | Nicolau Neto

A Rádio Comunitária Altaneira FM funciona há alguns anos no prédio onde abriga mais duas entidades, a Fundação Educativa e Cultural ARCA e a Associação Raízes Culturais de Altaneira (ARCA).


O espaço, como outros em Altaneira, pertence à Fundação Furtado Leite. Esta durante os últimos anos vem estabelecendo conversas com os dirigentes das três entidades visando a continuidade do funcionamento destas ou não no prédio que já chegou a funcionar por muito tempo o Hospital do município. Dessas conversas, ficou descartada a paralisação das atividades da Associação Beneficente de Altaneira (ABA), entidade mantenedora da emissora radiofônica e também das demais e, por conseguinte a saída do espaço.

A preservação do prédio, o longo e valioso trabalho feito durante mais de uma década foram utilizados como justificativa, mas algumas áreas foram colocadas à venda pela Fundação Furtado Leite e uma dessas, onde estava localizada a antena da rádio, foi vendida para o empresário Adevaldo Arrais.

No último dia 7 de outubro técnicos vieram a sede da emissora, visitaram o local da antena e a retiraram. O caso vinha sendo antecipado e noticiado pelos comunicadores e comunicadoras em seus respectivos programas. O empresário deu um tempo para que os representantes da rádio se preparassem.

Com a retirada da antena, a emissora está fora do ar por tempo indeterminado. A tesoureira da ABA, Lúcia de Lucena, informou que a equipe está trabalhando de forma acelerada para “não causar transtornos” aos ouvintes e colaboradores. A sessão da Câmara ocorrida nesta quarta (09) já não teve a transmissão via rádio.

A antena será instalada o mais breve possível no mesmo prédio, na parte lateral da rádio.

A Fundação Furtado Leite vendeu ao mesmo empresário todo o entorno, ou seja, as duas laterais que dão acesso ao Hospital Euclides Nogueira Santana. A Fundação ARCA e a Fundação detentora do prédio acordaram (documentação de comodato) que as três entidades podem usufruir do espaço ocupado, além do lado que está o auditório por 20 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!