segunda-feira, 7 de maio de 2018

“Estou fazendo o possível para não retirar” o transporte dos universitários, diz prefeito de Altaneira



Prefeito de Altaneira, Dariomar Rodrigues, diz
que fará o possível para não retirar transporte dos
universitários. (Foto: Divulgação).
Um dos assuntos mais badalados dos últimos dias em Altaneira foi a possibilidade da retirada dos transportes responsáveis por conduzir universitários às universidades localizadas em Crato e Juazeiro do Norte pela administração municipal.

O assunto ganhou corpo tão logo o vereador professor Adeilton (PSD) publicou em seu blog afirmando que havia recebido “mensagens e ligações de universitários preocupados com a situação dos transportes” às universidades. Ao lembrar que a gratuidade dessa oferta pelo município que atende ao que dispõe a Lei Orgânica em seu Art. 189, o parlamentar afirma que de acordo com relatos dos universitários o prefeito “irá cancelar o convênio firmado entre o Município e a Associação”.

Adeilton diz ainda que a situação “deixa evidente o interesse do gestor em desrespeitar mais uma lei e dessa vez a nossa lei maior (Lei Orgânica). Acredito que nessa reunião o mesmo deverá propor uma ajuda de custo mensal num percentual em cima das despesas comprovadas pelos universitários com transporte” e realçou que “pensando nisso”, já solicitou “que os mesmos realizassem um levantamento de quantos veículos de alugueis serão necessários para transportar nossos universitários e os respectivos valores”.

O assunto deixou a classe estudantil apreensiva e segundo o Blog de Altaneira (BA), o presidente da Associação dos Universitários de Altaneira (AUNA), Carlos Renir, destacou que a entidade lutará para assegurar o cumprimento do disposto na Lei Orgânica do Município.

Renir frisou também que a AUNA irá disponibilizar uma planilha com todos os gastos mensais e o orçamento que se poderia ter com transporte particular. “Devemos estar sempre pedindo o que a lei maior do município nos concede” concluiu Renir. O sentimento do presidente foi partilhado ainda pelo universitário André Victor. “O Direito está previsto na Lei maior do Município, e o mínimo que se pode fazer é cumprir. Se assim não for feito, vamos procurar os meios legais de cumprimento”, pontuou este.

A redação do Blog Negro Nicolau (BNN) entrou em contato com o Secretário de Governo, o professor Deza Soares e com o prefeito, Dariomar Rodrigues (PT), visando saber qual o posicionamento da gestão em relação ao caso.

Ao BNN Deza informou que ainda não se tinha informações concretas acerca do tema.

O prefeito argumentou que “está muito difícil adequar a receita a despesa”. Segundo ele, o município perdeu “mais de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), por mês pela queda da educação em 2016”.

Quanto ao corte dos transportes disponíveis aos universitários, Dariomar destacou – “estou fazendo o possível para não retirar”.

Segundo informações veiculadas já há uma reunião marcada para o próximo sábado, 12, para discutir a temática.


0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!