segunda-feira, 9 de abril de 2018

Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz, lança abaixo-assinado para candidatura de Lula ao prêmio


Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz, lança abaixo-assinado para candidatura de Lula ao prêmio.
(Foto: Reprodução).

O pintor, escritor e ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz em 1980 por combater a ditadura em seu país, iniciou um abaixo-assinado para ser entregue ao comitê do Nobel indicando o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, para o prêmio.

O documento, de acordo com as regras do prêmio, deve ser entregue até setembro. O objetivo é chegar e 150 mil assinaturas. Até a manhã desta segunda-feira (9), o abaixo-assinado já contava com mais de 93.400 assinaturas.


Esta es la carta que presentaré al Comité Nobel Noruego en septiembre de 2018 postulando a Luiz Inácio “Lula” Da Silva al Premio Nobel de la Paz. Te invito a adherir a la campaña #NobelparaLula, para convencer a las personas con posibilidad de postularlo conforme a las normas del Comité Nobel.

(Esta é a carta que apresento ao comitê norueguês do Nobel em setembro de 2018, nomeando Luiz Inácio “Lula” da Silva para o Prêmio Nobel da Paz. Eu convido você a participar da campanha #NobelparaLula, convencendo as pessoas para a possibilidade desta postulação, de acordo com as normas do Comitê Nobel.)

Mais adiante, Esquivel lembra os feitos dos dois governos de Lula no combate à fome e à miséria. “A porcentagem de pessoas que viviam com menos de US $ 3,10 por dia caiu de 11%, em 2003, para cerca de 4%, em 2012, segundo dados do Banco Mundial”.

O texto lembra também que “esses resultados dos programas do governo do PT no Brasil para superar a pobreza e a fome não foram uma política de Estado mantida por outros partidos do governo, mas uma política governamental específica que o Brasil está gradualmente abandonando. Isso é demonstrado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que anunciou que, em 2017, o Brasil tinha mais de 3 milhões de novos pobres por causa das políticas do atual governo”.

O texto finaliza: “Por estas razões, com o mesmo senso de esperança que Martin Luther King transmitiu quando disse ‘se o mundo acabar amanhã, ainda plantarei minha macieira’, somos muitos que acreditam que o Prêmio Nobel da Paz para Lula da Silva ajudará a fortalecer a esperança de poder continuar construindo uma nova aurora para dignificar a árvore da vida”. (Com informações da Revista Fórum).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!