30 agosto 2014

A importância e os benefícios de correr


Sabemos que correr é um ótimo jeito de ficarmos em forma. Mas como isso afeta o corpo?

Este blogueiro/professor durante os preparativos para iniciar as corridas de fim de tarde rumo ao sítio Serra do Valério, em Altaneira.
O efeito mais óbvio da corrida é que ela queima calorias e aumenta a taxa metabólica — o ritmo no qual o corpo usa energia. Isso pode ajudar no controle do peso. Correr também tonifica os músculos, principalmente na parte inferior do corpo. Estar tonificado e em forma facilita a realização de outras atividades físicas. Mas a corrida, ou qualquer outra forma regular de exercício, também afeta outros sistemas do corpo.

A corrida é uma forma de exercício aeróbico — a frequência cardíaca aumenta durante a atividade. Quando a frequência cardíaca aumenta, todo o sistema cardiovascular (coração e vasos sanguíneos) se exercita. Exercícios regulares fazem o sistema cardiovascular trabalhar de forma mais eficiente. Mas o que isso significa? O coração é um músculo. Portanto, quando a frequência cardíaca aumenta durante o exercício, o coração se exercita. Os exercícios regulares deixam o coração e as outras partes do sistema cardiovascular mais fortes, e as ajudam a trabalhar com mais eficiência. O coração bombeia mais sangue a cada batida. Isso, por sua vez, ajuda os vasos sanguíneos a reterem elasticidade. O maior volume de sangue também carrega mais oxigênio dos pulmões para outras partes do corpo. Os pulmões também se exercitam, em função do aumento da frequência respiratória durante uma corrida. 

Antonio Dantas e Ivanildo Alves,  antigos parceiros meu
nas corridas. Foto: Prof. Nicolau.
Sistemas Vivos

Mas por que esses efeitos são importantes? O controle do peso desempenha um papel fundamental na prevenção do diabetes tipo 2, doença na qual os açúcares dos alimentos não são adequadamente metabolizados. A incidência dessa doença está aumentando drasticamente em todo o mundo, principalmente em países sob rápida industrialização. Pessoas com diabetes têm maior probabilidade de desenvolver doenças renais e cardiovasculares, cegueira, gangrena e outras doenças.

Os exercícios regulares reduzem a pressão arterial, ajudando assim a controlar a hipertensão (alta pressão arterial). Os exercícios também aumentam o bom colesterol (lipoproteínas de alta densidade, ou HDL) e reduzem o mau colesterol (lipoproteínas de baixa densidade, ou LDL), o tipo de colesterol que se acumula nas artérias. Tudo isso ajuda a prevenir ataques cardíacos e derrames, além de outras doenças cardiovasculares.

Professora Vanúsia Fernandes e sua amiga durante
caminhada para a Serra do Valério. Foto: Prof. Nicolau.
Outra vantagem da corrida é que ela é um exercício de impacto, no qual a força dos músculos sobre os ossos ajuda a aumentar a densidade óssea. Isso deixa os ossos mais fortes e mais saudáveis.

Se qualquer exercício aeróbico, de impacto, é uma boa forma de exercitar o corpo como um todo, por que escolher a corrida? A resposta é a simplicidade da atividade. A corrida pode ser praticada ao ar livre ou em ambientes fechados, como uma pista ou esteira. Exige muito pouco equipamento além de um bom par de tênis de corrida, e pode ser praticada tanto no inverno quanto no verão. (Via Planetsed).

Um dos caminhos preferidos da maioria dos altaneirenses para as corridas de fins de tarde é o sítio Serra do Valério, a poucos quilômetros da sede e todos os dias aparecem novos integrantes. Costumeiramente encontramos a professora Vanusia Fernandes.

Conclusão

Deixe a preguiça em casa e comece correndo o quanto antes pois, conforme vimos, isso só trará benefícios para você. Você sentir-se-á no máximo de suas capacidades, seu corpo parecerá mais jovem e seu sistema cardiovascular sairá fortalecido.

0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!