19 de dezembro de 2012

Deus não é o criador, afirma estudiosa da Bíblia




CLIQUE NA IMAGEM
PARA AMPLIAR

Uma respeitada estudiosa do Velho Testamento acredita que a visão de Deus como criador de todas as coisas é falsa, e que a Bíblia foi traduzida erroneamente durante milhares de anos. Ellen van Wolde, da Universidade de Radboud, na Holanda, afirma que a primeira frase da Bíblia, “No começo, Deus criou o Céu e a Terra”, não é uma tradução fiel do texto original, em hebreu.

Wolde afirma ter realizado uma análise textual que sugere que os escritores da Bíblia não tinham a intenção de afirmar que Deus criou o mundo – e que, de fato, a Terra já existia quando ele criou os humanos e os animais. A pesquisadora analisou os escritos originais do hebreu e colocou-os no contexto da Bíblia como um todo, e no contexto de outras histórias de criação da antiga Mesopotâmia.

Segundo a pesquisadora, a palavra “bara”, que aparece na frase, não significa “criar”, e sim “separar”, no sentido espacial. Deste modo, o significado original da frase seria “No início, Deus separou o Céu e a Terra”.

Wolde diz que sua análise mostra que o início da Bíblia não é o início dos tempos, e sim o início de uma narração. “A ideia da criação a partir do nada é um grande mal-entendido”, diz a pesquisadora.

As descobertas do estudo são bastante radicais, e ela afirma que espera que as conclusões levantem um debate religioso. Entretanto, ao contrário do que se possa acreditar, a pesquisadora é religiosa, e ficou pessoalmente incomodada pelas descobertas: “Me considero religiosa e o Criador era algo muito especial, como uma noção de confiança. Quero manter esta confiança”, diz.



Créditos: Hypescience.com

4 comentários:

  1. "Quero manter essa confiança". Eu leio isso como: sou uma menina indefesa e tenho medo do escuro, por isso não sairei de baixo do meu cobertor protetor"

    ResponderExcluir
  2. A maioria das pessoas, por mais inteligentes que sejam em suas áreas, por mais maduras que se achem, por mais que se destaquem em certos aspectos, parecem jamais sair da menor idade. Necessitam sempre de um encosto, de um coberto protetor como mencionado lucidamente pelo Bruno...Elas estão tão presas, cada qual em sua caverna, que nem o conhecimento científico, nem a comprovação própria de FATOS, faz com que abandonem esse estado viral depressivo.

    ResponderExcluir
  3. É difícil de acreditar que tantas pessoas que se acham inteligentes se importam tanto na vida dos outros, no que ele(a) acredita ou deixa de acreditar, opção de crença e descrença ainda existe, não é a sua desocupação em pregar a teoria do grande acaso criador do universo que fará alguém perder a fé no Verdadeiro Deus.

    ResponderExcluir

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!