25 de março de 2020

Mundo político condena pronunciamento de Bolsonaro contra coronavírus


(FOTO/ Beto Barata/ Agência Senado).

Pouco tempo depois do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro em rede nacional, políticos reagiram ao discurso nas redes sociais. Governadores, deputados e senadores se uniram e condenaram as falas de Bolsonaro, que criticou o alarmismo da imprensa e pediu o fim da quarentena por conta do coronavírus.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que disputou a presidência com Bolsonaro em 2018, comentou que o presidente apostou milhares de vida e seu cargo neste pronunciamento. “Qualquer que seja o desfecho, vai custar caro ao país”, escreveu.

Entre os governadores, Wilson Witzel (Rio de Janeiro), Flávio Dino (Maranhão), Renato Casagrande (Espírito Santo) e Helder Barbalho (Pará) repudiaram a desinformação de Bolsonaro.

“Pronunciamento de hoje mostra que há poucas esperanças de que Bolsonaro possa exercer com responsabilidade e eficiência a Presidência da República. Os danos são imprevisíveis e gravíssimos”, destacou Flávio Dino.

Em tempos de crise e desinformação, reafirmo o mesmo que todas as autoridades de saúde do mundo: fique em casa, lave as mãos e proteja quem você ama”, postou Witzel.

“Pronunciamento do Pres.Jair Bolsonaro foi desconectado das orientações dos cientistas, da realidade do mundo e das ações do Ministério da saúde. Confunde a sociedade, atrapalha o trabalho nos Estados e Municípios, menospreza os efeitos da Pandemia. Mostra que estamos sem direção”, escreveu Renato Casagrande.

No Pará vamos continuar nossa estratégia, que tem dado certo. Salvar vidas agora. Parceira com todos que quiserem ajudar. Parceria com Governo Federal na área da Saúde vai bem, agora precisamos avançar na economia: trabalhadores, empresários e governos não aguentam esta situação”, frisou Helder Barbalho.

No Ceará, Camilo Santana também se pronunciou. “Cearenses, diante do pronunciamento do presidente da República, em rede nacional, esta noite, tenho apenas um comentário a fazer: vamos continuar trabalhando fortemente as ações que visam evitar o avanço do coronavírus em nosso estado, como temos feito até aqui. Todas as medidas adotadas por nós são recomendadas pelos profissionais de saúde, pela própria Organização Mundial da Saúde (OMS), e têm sido a melhor forma de enfrentamento ao coronavírus no mundo. Este não é um momento para ataques e provocações, mas um momento de cooperação e da união de todos. Da parte do Governo do Estado, continuaremos fazendo todos os esforços possíveis para buscar a proteção dos cearenses. A vida de cada um de vocês está em primeiro lugar”, postou ele.

Entre os deputados, o tom também seguiu crítico. Além de nomes da oposição, como Marcelo Freixo, o assunto também repercutiu negativamente entre os antigos aliados de Jair Bolsonaro, caso de Alexandre Frota, Joice Hasselmann e Kim Kataguiri.

Bolsonaro declarou guerra ao Brasil. Joga com a vida dos brasileiros”. (Marcelo Freixo).

URGENTE: pronunciamento de Bolsonaro IRRESPONSÁVEL E OPORTUNISTA”. (Kim Kataguiri).

Em relação ao pronunciamento do PR sobre o CORONAVÍRUS concluo: @jairbolsonaro foi IRRESPONSÁVEL, INCONSEQUENTE E INSENSÍVEL! O Brasil precisa de um LÍDER com sanidade mental. Todas as chances que o PR teve de acertar ele mesmo jogou fora. ERRA E SE ORGULHA DO ERRO ESTÚPIDO”. (Joice Hasselmann).

Nosso pedido de impeachment está nas mãos do @RodrigoMaia. Feito por grandes advogados . Rodrigo espero que Leia com atenção”. (Alexandre Frota).

No senado, além do presidente Davi Alcolumbre, que pediu uma liderança séria ao país, outros senadores também se pronunciaram, entre eles Anastasia e Angelo Coronel.

Eu e o vice-presidente do @SenadoFederal, @Anastasia, divulgamos nota sobre o pronunciamento do presidente da República nesta noite (24): Neste momento grave, o País precisa de uma liderança séria, responsável e comprometida com a vida e a saúde da sua população”. (Davi Alcolumbre).

Presidente @davialcolumbre e eu divulgamos há pouco nota sobre o pronunciamento dessa noite do senhor Presidente da República. Nesse momento grave, o País precisa de uma liderança séria, responsável e comprometida com a vida e a saúde da sua população”. (Antonio Anastasia).

Para combater a proliferação do coronavírus, os chefes de estado do mundo inteiro caminham na tentativa de blindar e salvar o seu povo enquanto Bolsonaro vai na direção contrária. Ele está brincando com a saúde do povo brasileiro”. (Angelo Coronel).
___________________________
Com informações de CartaCapital.

2 comentários:

  1. Condeno o posicionamento do presidente da República quando convoca a desmobilização da população frente a pandemia do CORONA VÍRUS. Bolsonaro declara grerra ao Brasil, quando o mundo combate o virus mortal. Atrai as forças politicas para o enfrentamento em seu sub mundo da insanidade mental. Imita o Teamp na sua pior forma. Porém esqueçamos os embates puramente políticos, e focamos só no combate ao CORONA e cuidado das pessoas e da vida. Pronunciamento infeliz!!!

    ResponderExcluir

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!