terça-feira, 24 de setembro de 2019

Incêndio destrói árvores com mais de 70 anos em Altaneira e assusta moradores


Reserva da Cagece é destruída pelo fogo e passa despercebida, diz José Evantuil.
(FOTO cedida ao Blog Negro Nicolau).

Texto | Nicolau Neto

Na tarde desta segunda-feira, 23, um incêndio nas margens da rodovia CE 388 que liga as cidades de Altaneira e Nova Olinda provocou susto, inércia e solidariedade dos altaneirenses.


O fogo, segundo o agricultor João Bel, teria iniciado estação de tratamento da CAGECE e compartilhou fotos, áudios e vídeos no grupo de WhatsApp do Blog de Altaneira. O agricultor que possui uma horta orgânica no sítio Poças relatava a preocupação com as chamas temendo que estas chegassem a atingir a área onde ocorre também os campeonatos de MTB.

Incêndio destruiu árvores com mais de 70
anos em Altaneira. (FOTO capturada de
vídeo encaminhado ao Blog).
O advogado e blogueiro Raimundo Soares Filho entrou em contado com o Corpo de Bombeiros e divulgou áudio em que José Roberto Bento da Silva, integrante da corporação, afirma que ao analisar as imagens justifica que que pelo horário e as condições climáticas a tendência era que os focos principais diminuído, sem a necessidade da atuação imediata. O sargento, no entanto, se prontificou para atender a ocorrência se houvesse alteração na situação.

O servidor público João Alves, conhecido por Garoto Beleza, informou que os focos do incêndio teriam sidos apagados com a ajudo de populares divulgando imagens do feito.

Na manhã deste terça-feira, 24, o professor e presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Altaneira (SINSEMA), José Evantuil, entrou em contato com a redação do Blog Negro Nicolau (BNN) informando a destruição da reserva da Cagece e que o fato passou despercebido.

Ontem à tarde o fogo consumiu a mata no entorno da estação de tratamento da empresa. A população achou tudo normal sem ao menos atrapalhar a caminhada pelo local. Muitos faziam caminhada enquanto o fogo atingia a mata. Insensibilidade demais”, disse ele ao Blog.

Relatos de João Bel dão conta que arvores com mais de 70 anos foram destruídas.

Até o fechamento desta matéria a causa do incêndio ainda não tinha sido revelada.

No seu grupo de WhatsApp, Raimundo Soares Filho informou que foi aberta uma investigação junto ao IBAMA visando apurar o fato e solicita a colaboração através de fotos e vídeos a serem enviados para o correio eletrônico linhaverde.sede@ibama.gob.br e informar protocolo 14.621/2019.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!