quinta-feira, 31 de maio de 2018

Prefeitura de Milagres anuncia realização de concurso público


Milagres terá concurso público em julho de 2018. (Foto: Reprodução/ Google Maps).

O Prefeito Municipal de Milagres Lielson Macêdo Landim, participou no último sábado, 26, do Programa Fala Cidade pela Rádio Som da Terra FM e falou sobre o Concurso Público que será realizado pela gestão municipal. Em sua participação, o gestor afirmou que o edital do concurso seria publicado nessa terça-feira, 29. Lielson Landim afirmou que desde o dia 23 de Maio, a Prefeitura já tivera assinado o contrato com a Universidade Regional do Cariri – URCA, para a publicação do edital contendo todas as datas e os trâmites a serem seguidos pelos candidatos.

O concurso oferece 154 (cento e cinquenta e quatro) vagas para os cargos efetivos e 303 (trezentos e três) para cadastro de reserva. Os cargos oferecidos para profissionais de nível fundamental serão para Merendeira, Motorista, Auxiliar de Zeladora, Vigilante, Porteiro, Auxiliar de Creche, Auxiliar de Pedreiro, Magarefe, Pedreiro, Pintor, Carpinteiro e Coveiro. Para o nível médio serão oferecidas vagas para Agente Administrativo, Orientador Social, Agente de Inclusão Digital, Motorista de Transporte Especializado, Agente de Saúde Bucal e Agente de Endemias.

Para os profissionais de nível técnico serão técnicos em arquivo, em Segurança do Trabalho, Agrícola, Ambiental e Técnico em Enfermagem. Para o nível superior as vagas serão destinadas para Assistente Social, Psicólogo, Advogado, Procurador Jurídico, Auditor de Controle Interno, Engenheiro Civil, Médico veterinário, Professor de Áreas Diversas, Médico, Dentista, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Educador Físico, Psicólogo, Fonoaudiólogo, Nutricionista e Terapeuta Ocupacional.

As inscrições serão realizadas no período de 15 de junho a 03 de julho de 2018, com início às 08h e término às 23:59h, das respectivas datas no endereço eletrônico cev.urca.br/concursos. O candidato deverá preencher o Requerimento Eletrônico de Inscrição na internet, indicando o código de opção do cargo para o qual concorrerá, de acordo com o Anexo I do Edital, e ainda, confirmar os dados cadastrados. Por fim, imprimir o Requerimento Eletrônico e o boleto bancário.

O Candidato deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 04 de junho de 2018 através de boleto bancário emitido até o dia 03 de junho de 2018, conforme os valores; a) CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL: R$ 80,00 (Oitenta reais); b) CARGOS DE NÍVEL MÉDIO OU TÉCNICO R$ 100,00 (Cem reais); c) CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR: R$ 150,00 (Cento e cinquenta reais).

O Concurso Público será realizado em três etapas, composto de Prova Escrita Objetiva, de conhecimentos gerais e específicos, de caráter eliminatório e classificatório; Prova de Títulos para os cargos de nível superior: de caráter classificatório; e Prova Prática para os cargos ao Magistério, de caráter eliminatório e classificatório, de acordo com o cargo escolhido.

A impressão do cartão de identificação será nos dias 26 a 29 de julho de 2018 (Até as 12:00 do dia 29 de julho) para realização das provas através do site: cev.urca.br. A aplicação das provas será no dia 29 de julho (Horário das 13:00 às 17:00 horas) nos locais a serem divulgados no cartão de identificação.

Saiba mais no Edital do Concurso Público de Milagres clicando aqui. (Com informações do portal do município).

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Professora Zuleide Queiroz, da URCA, anuncia pré-candidatura a Deputada Federal pelo Psol


(Foto: Reprodução/ Fanpage "Resistência Cariri"/Facebook).

A professora da Universidade Regional do Cariri (URCA), Zuleide Queiroz, de forte ativismo junto aos movimentos sociais anunciou que concorrerá a uma vaga na Câmara Federal pelo Partido Socialismo e Liberdade (Psol).

O evento de lançamento de sua pré-candidatura ocorrerá às 16h00 do dia 09 de junho na sede do Grupo de Valorização Negra do Cariri (Grunec) situada a Rua Coronel Segundo, 287, em Crato.

Foi lançado uma página na rede social facebook sob a denominação de “Resistência Cariri” onde a professora universitária e ativista dos direitos civis e humanos das populações à margem do poder faz um defesa da sua pré-candidatura, conforme abaixo descrito:

Não vivemos tempos fáceis, a classe trabalhadora, as mulheres, a juventude e LGBTs nunca foram tão atacadas como agora. O golpe de 2016 inaugurou um tempo de ofensiva reacionária.

 Mas não nos calamos. Soubemos fazer a resistência nas ruas contra os ataques do governo Temer. Demos a batalha contra a violência às mulheres, contra a LGBTfobia, o sucateamento da educação e a retirada de direitos. Compreendemos que a luta precisa avançar nas ruas, em unidade contra os setores reacionários e em defesa das mínimas liberdades democráticas. Precisamos batalhar por nosso futuro! 

Pretendemos que nossa candidatura expresse um pouco disso e para isso precisamos de unidade com os movimentos sociais, coletivos, militantes e pessoas com a vontade de construir. A candidatura não é da Zuleide, é de muitas e muitos! 

Companheira ou companheiro, amiga ou amigo, colega ou familiar, deixo o convite para esse importante momento. Vamos à luta!”.

XVIII Festival Junino de Altaneira já tem data definida


Integrantes do Arraiá do Ribuliço durante ensaio no Ginásio Poliesportivo. (Foto: Reprodução/Facebook).


A 18ª edição do Festival Junino de Altaneira já está com data definida. A informação foi divulgada no programa radiofônico do governo municipal “Nas Mãos do Povo” realizado na tarde do último sábado, 26, e veiculado na Rádio Comunitária Altaneira FM.

Segundo o prefeito Dariomar Rodrigues (PT) que esteve participando do programa comandado pelo animador Carlos Erivelton, do município de Nova Olinda, junto ao Secretário Municipal de Saúde Luan Kaio, o festival se realizará entre os dias 22 e 24 de junho. O gestor afirmou que o festival “é um patrimônio do povo de Altaneira” e fez questão de parabenizar os integrantes do Arraiá do Ribuliço, quadrilha que representará o município nos festivais.

Dariomar lembrou que em virtude da crise financeira os envolvidos no Arraia estão realizando festas para arrecadar recursos como a que vai ocorrer no próximo sábado, 02, para a escolha da “Garota Junina”. “Quem puder participar dessa festa para ajudar o Arraiá do Ribuliço arrecadar para que o governo invista menos os recursos do município porque esse ano e a gente não se cansa de dizer estamos em crise. Não é vergonhoso. O que tem que ser pedido..... vamos economizar. Fazer mais com menos recurso. Isso é que temos que fazer para dar o direito a essas crianças de divertirem”.

Ainda sobre o Arraiá do Ribuliço, Dariomar convidou a população para assistir os ensaios e principalmente a apresentação da quadrilha municipal.

O programa do governo municipal ocorre todos os sábado de 13h00 às 14h00 em espaço cedido pela Rádio Comunitária Altaneira FM.



terça-feira, 29 de maio de 2018

Mulher altaneirense lança Blog


Mulher altaneirense lança Blog. (Imagem capturada do Pequenina Estante).

Em 23 de fevereiro do ano em curso escrevi e publiquei aqui no Blog Negro Nicolau (BNN) artigo falando sobre o quanto a blogosfera de Altaneira tem se tornado um ambiente feito por e para homens.

Naquela oportunidade, frisei da variedade de assuntos quase que diariamente divulgados por altaneirenses em seus diários virtuais. Destaquei, outrossim, que são mais de 10 portais hospedados na internet, mas que o ambiente da blogosfera de Altaneira era totalmente masculino. Apenas uma mulher atuou, mas por pouco tempo. Francilene Oliveira, estudante de História (URCA) checou a escrever textos e compartilhar no Blog da Acontrial, mas não mais o fez.

Para romper com essa saga masculina a recém-formada em Serviço Social pelo Centro Universitário Leão Sampaio (Unileão), Syntian Tainan, resolveu demonstrar que tem altivez e lançou neste mês o Blog “Pequenina Estante”.

Syntia tem 23 anos e conta que não sabe ao certo quando percebeu que tinha gosto pela leitura. “Quando me dei conta já estava indo com frequência à biblioteca”, diz ela na descrição do diário virtual. Ela relata que a maioria dos livros que leu até hoje foram de bibliotecas públicas e que se entristece ao ver “tantas bibliotecas vazias”.

Ao justificar a criação do seu Blog, Tainan destaca a força das redes sociais:

“Vendo que as pessoas de hoje estão presentes nas redes sociais, pensei em criar um Instagram falando sobre livros, afim de demonstrar o meu gosto pela leitura, e também fazer com que as pessoas que lessem as resenhas postadas e indicações e divulgações, tomasse gosto pelo que estava sendo lido. Com o desenvolvimento do IG, surge a necessidade de um blog, para que aliado com o instagram possa ter mais visibilidade”.

O Pequenina Estante já conta com sete publicações entre resenha de livros e indicações de filmes e séries. O texto mais recente discorre sobre “A origem dos Livros”.

Clique aqui e acesse o Blog de Syntia Tainan



Professores de Araripe reivindicam recursos de Precatório e podem deflagrar greve


Em audiência com prefeito, Apeoc reivindica 60% do precatório do Fundef para professores. (Foto/Site Apeoc).

A Câmara Municipal de Araripe sediou no último dia 11 encontro com professores, o presidente estadual do Sindicato APEOC e o prefeito Giovane Guedes (PR) para tratar do rateio dos recursos provenientes do precatório do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

Segundo informações colhidas junto ao site da Apeoc, a classe por intermédio do sindicato, “apresentou a reivindicação da categoria, decidida na última assembleia, que não abre mão da destinação de 60% do benefício para profissionais do Magistério”. O prefeito, por sua vez, “afirmou que deseja ter segurança jurídica no processo sobre o precatório do Fundef”.

O site Miséria noticiou que o Giovane poderá ser o responsável pela primeira greve na história e que representante dos profissionais do magistério estão organizando uma paralisação para a próxima segunda-feira, 04 de junho.

Os professores de Araripe, intermediado pela Apeoc reivindicam que a divisão de R$ 23,8 milhões do antifo Fundef, enquanto que um projeto de lei apresentado pelo prefeito prevê que os docentes efetivos que estiveram em exercício entre novembro de 1999 e dezembro de 2003 dividam o valor de R$ 2,1 milhões.

Uma nota da Apeoc, conforme apurou o miséria, assegura que caso a posição do prefeito se confirme Araripe poderá ter a primeira greve do corpo docente.

Petroleiros fazem atos e paralisação contra a política de preços da Petrobras


Na Recap, na grande São Paulo, a paralisação teve início às 6h, com o corte de rendição do turno.
(Foto: Reprodução/RBA).

Petroleiros iniciaram a segunda-feira (28) com diversas paralisações e atos nas refinarias da Petrobras pelo Brasil. Eles denunciam os danos causados pela atual politica de preço da estatal, promovida por Pedro Parente e Michel Temer, além de sua privatização. As ações são um "aquecimento" da greve de 72 horas que será feita pela categoria a partir desta quarta-feira (30).

A Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro, amanheceu com paralisação. A direção da Federação Única dos Petroleiros (FUP) convocou um ato na entrada do expediente para amanhã (29).

O coordenador-geral da FUP,  José Maria Rangel, disse que é preciso aproveitar a greve dos caminhoneiros para denunciar à população a política entreguista de Pedro Parente. "O povo não vai saber que descobrimos 300 milhões de barris de petróleo e que um poço só coloca 40 barris de petróleo. Tudo isso está indo embora. Se a gente não falar para o povo que as plataformas da Petobras estão sendo construídas na China, Estados Unidos e Coreia, gerando emprego lá, enquanto os estaleiros no Rio de Janeiro estão fechados, eles não vão saber", disse.

Simão Zanardi Filho, diretor do Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro) Caxias, criticou a política de preços do governo. "Com essa política, parece que não tem petróleo do Brasil, como se dependêssemos do mercado externo. Isso é um absurdo. Nós queremos mudar a política do Parente e tirar o processo de privatização da Petrobras. Não queremos aprofundar o golpe. Neste cenário, faremos a greve", declarou.

Outras unidades também tiveram paralisações. Os trabalhadores da Refinaria do Paraná (Repar), em Araucária, de Paulínia (Replan) e Refinaria de Capuava, em São Paulo, a Landulpho Alves (RLAM), na Bahia, e a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen) fizeram atos nesta manhã.

Trabalhadores do Pólo Industrial Guamaré, no Rio Grande do Norte, também pararam pela manhã. Na Refinaria Gabriel Passos (Regap) e da Termelétrica Aureliano Chaves fizeram um grande ato na portaria da refinaria, em Betim-MG. A categoria está realizando paralisações desde a semana passada.

"A atual direção da Petrobrás, ao atrelar o preço dos combustíveis ao barril de petróleo, reduziu a produção das refinarias para 68% de sua capacidade máxima e entregou parte do mercado interno para empresas estrangeiras. Com isso, o Brasil hoje importa cerca de 600 milhões de barris de petróleo refinado por dia a um custo mais alto, enquanto as refinarias da Petrobrás operam com carga baixa”, denuncia o coordenador do Sindipetro-MG, Anselmo Braga. (Com informações da RBA).

“Não aceito o mercado tutelar a democracia”, disse Ciro no Roda Viva


Não aceito o mercado tutelar a democracia, disse Ciro. (Foto: Reprodução/TV Cultura).

O pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT), em entrevista concedida na noite desta segunda-feira (28) a jornalistas da bancada do “Roda Viva”, da TV Cultura, fez duras críticas à política de preços da Petrobras, que culminou na alta do diesel e teve como consequência a paralisação dos caminhoneiros.

Pedro Parente, para servir aos interesses estrangeiros, pratica uma política fraudulenta de preços na Petrobras”, afirmou, classificando ainda a política de preços alinhada ao preço do barril de petróleo no mercado internacional como “criminosa”.

Entre uma pergunta e outra, o ex-ministro chamou o governo de Michel Temer de “golpista” e criticou o tipo de relação que o Brasil mantém atualmente com o mercado financeiro.

O mercado, essa entidade fantasmagórica, atribuiu um poder a si próprio de tutelar a democracia. Eu não aceito isso”, disparou.

Ciro prometeu ainda que, se for eleito presidente da República, revogará a lei do teto de gastos, que impõe um congelamento do orçamento para áreas importantes pelos próximos 20 anos. “Isso não tem precedente em lugar nenhum no mundo. Se eu congelo por 20 anos investimentos em saúde, quem vai cuidar das crianças?”, questionou.

Ao final do primeiro bloco, o pré-candidato ainda apresentou outra promessa caso seja eleito: cobrar imposto sobre lucros e dividendos. “Só Brasil e Estônia não cobram. Farei isso para diminuir o imposto sobre os trabalhadores”. (Com informações da Revista Fórum).


segunda-feira, 28 de maio de 2018

Pela 3ª vez seguida Higor vence e se consolida na liderança do Campeonato Municipal MTB de Altaneira



Higor vence 4ª etapa do municipal MTB de Altaneira.
(Foto: Blog de Altaneira).
Com participação de apenas 27 ciclistas de Crato, Juazeiro do Norte e Farias Brito realizou-se na manhã de ontem (27/05) no circuito da Trilha Sítio Poças a quarta etapa da quinta edição do Campeonato Municipal MTB de Altaneira.

O altaneirense Higor Gomes venceu mais uma etapa, a terceira seguida, dessa vez com o tempo de 1h49min58, Bruno Roberto ficou em segundo e Jefferson Gomes chegou na terceira colocação. Lucas de Brito e Esly Neto completaram o Pódio em quarta e quinta posição, respectivamente.

Além dos cinco primeiros colocados apenas Luis Carlos Barros completou as seis voltas no circuito de 4,7 Km.

Para disputa da etapa os ciclistas do sexo masculino são divididos em cinco categorias, divididos por faixa etária e os cinco primeiros formam a Elite Geral, independente de categoria.

A quarta etapa do Municipal MTB de Altaneira terminou assim:

Elite Geral:
1) Higor Gomes;
2) Lucas de Brito;
3) Lindevaldo Ferreira;
4) Germano Vieira;
5) Bruno Roberto.

Junior:
1) Francisco Soares;
2) Heron Macário;
3) Kaio Ruan.

Sub 30:
1) Lindevaldo Ferreira;
1) Deyvid Rolim;
2) Vandeilton Betnto.

Veterano A:
1)Paulo Robson.

Veterano B:
1) Luis Carlos;
2) Damião Rolim.

Veterano C:
1) Rubens;
2) Tico;
3) Beto Ciclo.

Raquel Guedes, mais uma vez foi a única participante na categoria Elite Feminino.

Nas etapas os ciclistas disputam medalhas e ao longo do campeonato concorrem ainda a 5 (cinco) camisas nas seguintes cores:

1) Camisa Amarela: Campeão Geral que tem como líder Higor Gomes;

2) Camisa Rosa: Campeão Visitante; Lucas assumiu a lideranças dos ciclistas de outras cidades;

3) Camisa Vermelha: Campeão Jovem; Lindevaldo Ferreira é o líder dos ciclistas com até 23 anos de idade;

4) Camisa Verde: Campeão Veterano; Afonso José, popularmente conhecido por Tico manteve a lideranças dos ciclistas com idade de 40 anos acima;

5) Camisa Branca com bolinhas azul: Campeão Local; Bruno Roberto assumiu, pela primeira vez, a liderança entre os ciclistas altaneirenses.

Lucas de Brito vice-líder na Classificação Geral fez a Melhor Volta da etapa, o que lhe rendeu R$ 100,00 de premiação. O patrocínio da Melhor Volta da etapa foi do Escritório de Contabilidade ASCON-ALTANEIRA.

A terceira etapa contou com uma boa participação de público, mas não foi prestigiada por nenhuma autoridade municipal. A mesa de cronometragem foi coordenada pelo professor Pedro Rafael, auxiliado por Aderson Pereira, José Valdson e Paula Mirian.

O Campeonato Municipal MTB de Altaneira é patrocinado pelo grupo MegaSom, DellMaq e HUMAFE. (Com informações do Blog de Altaneira).

Alexandre Garcia, da Globo, culpa Lula e Dilma pela greve e vira piada


(Foto: Reprodução/Brasil 247).

O jornalista Alexandre Garcia, comentarista da Globo, entrou para os assuntos mais comentados do Twitter na manhã desta segunda-feira, 28, por ter afirmando que a culpa da greve dos caminhoneiros era dos ex-presidentes Lula e Dilma, pelos incentivos dados na compra de caminhões. A informação é do Brasil 247.



domingo, 27 de maio de 2018

Grupo de Atletismo de Nova Olinda recebe patrocínio da Dilly Calçados


Grupo de Atletismo de Nova Olinda receberão patrocínio da Dilly Calçados. (Foto: Reprodução/Facebook).

O grupo de atletismo “Os Valuntários” do município de Nova Olinda, na região do cariri, recebeu neste sábado, 26, a informação de que serão patrocinados pela fábrica de tênis Dilly Calçados.

O encontro contou com a participação de várias atletas ligados a três associação, do presidente local do Partido dos Trabalhadores (PT), Aureliano Souza e do professor e coordenador da 20ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede 20), Roberto Souza.

A finalidade, segundo o professor Roberto - idealizador da ação -, é oferecer apoio material para fortalecer o trabalho com crianças e jovens de comunidades carentes na prática do atletismo. A redação do Blog Negro Nicolau (BNN) entrou em contato com o professor para saber como surgiu essa ideia e como funcionará esse patrocínio, se permanente ou temporário.

Conheço o pessoal do atletismo há muito tempo”, disse ele. Roberto afirmou que vez por outro sempre procurava contribuir e “uma das formas de ajudar foi orientando a criação de associações”.

O professor argumenta que conheceu a Fábrica Dilly Calçados quando foi trabalhar em Brejo Santo. “Ela produz várias marcas para o mercado brasileiro e para exportação. Marcas como a Diadora e Puma são produzidas na unidade de Brejo Santo”, pontuou. Ele frisou que teve a ideia de dialogar com o ex-prefeito e pré-candidato a Deputado Estadual pelo PDT, Guilherme Landim, para intermediar esse patrocínio. “Ele levou ao gerente da empresa a solicitação e foi aprovada”, contou.

Quanto a periodicidade do patrocínio, Roberto diz que “é uma doação pontual”. “Mas estamos com a expectativa de que o Guilherme Landim possa intermediar várias outras vezes” e completou realçando que já foi realizada a entrega de 150 (cento e cinquenta) pares de tênis da marca Diadora para 75 (setenta e cinco) atletas. Dois para cada um. 

A redação do Blog Negro Nicolau foi procurada na noite do sábado pelo presidente do PT no município, Aureliano, informando o caso. Segundo ele são mais de 60 (sessenta) jovens beneficiados.


Uma análise da greve dos caminhoneiros e caminhoneiras, por Cristiano Dourado


Greve dos caminhoneiros. (Foto: Reprodução).


Estamos no sexto dia do movimento que parou o país e pegou muita gente de surpresa. A confusão e a dificuldade de compreensão do movimento tanto pela direita quanto pela esquerda salta aos olhos. Para setores da esquerda trata se de um locaute. Uma paralisação dos patrões. Outros dizem que seria um plano malévolo para provocar uma intervenção militar.

A direita midiática que inicialmente apoiou com entusiasmo o movimento agora foca nos danos causados pela paralisação.

A depender da fonte, de 30 a 40 por cento da frota de caminhões é composta por autônomos, aqueles que são proprietários do próprio caminhão. Enquanto que de 60 a 70 por cento da frota é composta por caminhões de empresas transportadoras.

Se o movimento foi idealizado pelas empresas com apoio dos autônomos ou se foram os autonômos que organizaram a paralisação e as transportadoras estão se aproveitando para impor suas pautas especificas isto é secundário para se buscar compreender o sucesso do movimento e o apoio popular que alcançou.

A paralisação tem como causa primeira a política de preços dos combustíveis da petrobrás inaugurada após o golpe de Estado qye derrubou Dilma Roussef. Pedro Parente do PSDB assumiu a Petrobrás e decidiu que os preços dos combustiveis flutuaria livremente sem qualquer controle.

Desde então o diesel aumentou mais de 40 por cento. A gasolina e o gás de cozinha cerca de 60 por cento.

Este aumento praticamente zerou a remuneração dos autonomos e reduziu drasticamente a margem de lucro das transportadoras. O impacto do aumento diário no preço dos combustíveis levou a participação maciça dos autônomos o que ficou evidente quando o desgoverno anunciou acordo para por fim a paralisação e o acordo praticamente não teve efeito.

Então, o motivo econômico da greve é claro.
Mas os motoristas não estão reivindicando pela gasolina? Bom cada um reivindica em sua categoria por aquilo que lhe incomoda mais.

E qual a proposta do desgoverno para por fim ao movimento? Primeiro uma tentativa de oferecer subsidios ao diesel utilizando recursos do orçamento ja com déficit imenso de quase 200 bilhões de reais. Depois o uso das forças armadas para tentar desobstruir as rodovias.

Sem entrar no principal do problema que é política de preços louca que levou o diesel a 4 reais, gás de 80 reais e gasolina de 5 reais.

Em vez de beneficiar os acionistas majoritários que é o povo, em vez de agir como empresa estratégica, Temer e Pedro Parente só enxergam os acionistas que têm ações da Petrobrás na bolsa de valores. Isso certamente tem a ver com acertos para o golpe.

Mesmo sob risco de desabastecimento, a greve até agora conta com apoio muito grande do povo. E por quê? Por que certamente o povo não aguenta mais esta política de preços da Petrobrás. Não importa se você é de direita de centro de esquerda ou do outro lado. Se você bateu panela ou gritou não vai ter golpe e vai ter luta. A politica insana de Pedro Parente na Petrobrás de aumentar os preços dos combustíveis todo dia afeta todos. Uns mais outros menos.

Dizer que a paralisação é de direita é simplicar por demais a complexidade. Também não contribui em nada não dialogar com a categoria. Um contingente de centenas de milhares de trabalhadores e trabalhadoras precarizados precisam ser escutados em suas demandas.

Explicar ao povo que a greve é consequência do golpe. Que Temer e Pedro Parente atendem aos interesses daqueles que tem ações da Petrobrás. Que o golpe tem como meta destruir a Petrobrás. Este é o papel que cabe aos democratas, comprometidos com a volta da democracia e com a luta contra o golpe.

É na rua que o golpe vai ser derrotado. Os caminhoneiros, as caminhoneiras já estão lá.
___________________________________________________________________________

Por Cristiano Dourado Amorim, na rede social facebook.

Marun: o símbolo da decadência e de que o governo chegou ao fundo do poço


Carlos Marun. (Foto: Reprodução/ Jornal da Cidade).


Uma gestão que tem um sujeito como Carlos Marun dando coordenadas, falando em nome do governo e fazendo negociações, é uma demonstração inequívoca de decadência e podridão.

Marun é a escória da classe política nacional, tem um passado deprimente, sempre envolvido com coisas erradas e gente da pior laia possível e imaginável.

Marun é um bajulador nato e em nome do mal é ‘pau para toda obra’.

Foi membro efetivo da ‘tropa de choque’ de Eduardo Cunha e na sequência tornou-se um dos principais defensores do atual presidente da República, até ser 'premiado' com o ministério.

Esse homem, um dos ministros mais importantes de Temer é, nas palavras do jurista Modesto Carvalhosa, ‘uma das figuras mais execráveis desse país’, um ‘elemento desprezível’.

Marun é tudo isso e é o espelho do atual governo. (Com informações do Jornal da Cidade).

sábado, 26 de maio de 2018

Temer assina decreto para tomar caminhões à força para liberar rodovias


Temer assina decreto para tomar caminhões à força para liberar rodovias. (Foto: Divulgação).

Sem conseguir dialogar com caminhoneiros e encontrar uma solução para a greve que chegou ao sexto dia, neste sábado (26), Michel Temer editou decreto, publicado em edição extra do Diário Oficial da União, que permite ao governo assumir o controle de caminhões para desobstruir as rodovias.

Fica autorizada a requisição, pelas autoridades envolvidas nas ações de desobstrução de vias públicas determinadas pelo Decreto nº 9.382, de 25 de maio de 2018, dos veículos particulares necessários ao transporte rodoviário de cargas consideradas essenciais”, diz o decreto.

Ontem (25), Michel Temer assinou também um decreto determinando o uso das forças federais de segurança para liberar as rodovias no contexto da Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que vale até o dia 4 de junho. Neste sábado, caminhões-tanques passaram a ser escoltados pela polícia, que também multou caminhoneiros. No entanto, várias rodovias continuaram obstruídas pelos caminhoneiros. (Com informações da RBA e Agência Brasil).

Único posto de combustível de Altaneira fica desabastecido



A paralisação dos caminhoneiros chegou neste sábado, 26, ao sexto dia. O presidente Michel Temer chegou a baixar decreto autorizativo de forças armadas para atuarem contra as manifestações e desobstruir as estradas.

Mesmo com o decreto, em diversos estados o bloqueio continua. Temer chegou a anunciar um acordo, mas não houve resultado. A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) lançou nota em que pediu aos caminhoneiros que retirassem as interdições nas rodovias, porém mantendo as manifestações de forma pacífica, sem obstrução das vias.

Único posto de combustível de Altaneira fica
desabastecido. Imagem compartilhada por
Antônio Douglas na manhã desta sábado, 26.
Iniciada desde a última segunda-feira, 21, as manifestações têm como pano de fundo o aumento do diesel, o que acabou levando várias proprietários e proprietárias de veículos a procurarem os postos para abastecerem temendo risco iminente de falta de combustível.

Em Nova Olinda, na região do cariri cearense, há relatos de que alguns postos ficaram desabastecidos já quinta-feira, 24. Caso semelhante, porém com desfecho diferente ocorrera em Altaneira. Aqui a procura começou cedo, mas notou-se que o número de pessoas aumentou consideravelmente por volta das 15h00 da última quinta e se estendeu até o anoitecer.

Apesar da grande procura, os munícipes amanheceram a sexta-feira, 25, com a informação de que o posto continuava com estoque de gasolina e diesel, fato que se verificou até às 11h20 desde sábado, 26, quando o estoque zerou.

A manhã de hoje foi intensa e a fila para abastecer no único posto de Altaneira continuava, inclusive proprietários de veículos de Nova Olinda estavam vindo abastecer aqui.


A redação do Blog Negro Nicolau (BNN) procurou um dos frentistas e ele confirmou que o estoque estava zerado.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Altaneirense e presidente da Academia de Letras/Seccional Araripe será homenageado na 4ª edição do Projeto Café Literário



Na manhã da próxima terça-feira, 29, no auditório da Escola Estadual de Educação Profissional Wellington Belém de Figueiredo, em Nova Olinda, o poeta altaneirense e presidente da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe, Adriano de Sousa será homenageado durante a IV Edição do Projeto Café Literário.

Adriano de Sousa. (Foto: Reprodução/Facebook).
O Café Literário foi idealizado e é coordenado pela professora Luciana França que exerce suas funções na Biblioteca da escola. Segundo informações colhidas junto do Blog Ubuntu Notícias, da professora Lucélia Muniz, a ideia do projeto “deu-se a partir da necessidade de dinamizar as vertentes de leitura e interpretação que compõem este ambiente, tendo em vista que os espaços do Centro de Multimeios devem ser entendidos como uma extensão de apoio ao conhecimento e informações interrelacionados a sala de aula, aprofundando a sua compreensão em espaços destinados a aprendizagem do educando”.

Nas três últimas edições, Alda Cordeiro de Nova Olinda, Sandro Cidrão de Santana do Cariri e Germá Martins de Tarrafas, foram os homegageados.

Em agosto de 2012, Adriano recebeu da editora o seu primeiro livro “Vivi Um Grande Amor”, contando atualmente com as seguintes obras: “Dona Nem, 93 Anos de História – Biografia” e “Dois Dedos de Prosa”.

A apresentação do Café Literário versa sobre o estudo da biografia do homenageado, apresentação de contos, poesias, esquete teatral, vídeos e músicas que referenciam as obras do autor.

Apesar da grande procura por combustíveis, único posto de Altaneira continua com estoque


Apesar da grande procura por combustíveis, único posto de Altaneira continua com estoque. (Foto: João Alves).

A paralisação dos caminhoneiros desde a última segunda-feira, 21, em virtude do aumento dos combustíveis fez com que se instalasse um clima apavorante em proprietários e proprietárias de veículos em todo o pais que com receio de desabastecimento passaram a fazer longas filas nos postos.

Houve relatos de falta de combustíveis em postos de grandes centros urbanos, como São Paulo, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Distrito Federal.  Em alguns pontos, proprietários/as chegaram a mencionar aumento desenfreado e sem justificativas na gasolina.

Em Altaneira, na região do cariri, o risco de desabastecimento iminente fez com que o único posto de combustível tivesse longas filas. A procura começou cedo, mas notou-se que o número de pessoas aumentou consideravelmente por volta das 15h00 desta quinta-feira, 24,  e se estendeu até o anoitecer.

Por volta das 19h00 de ontem havia altaneirenses usando as redes sociais para indagarem se ainda tinha combustível no posto que fica localizado na saída da cidade para o município vizinho, Nova Olinda. Apesar da grande procura, os munícipes amanheceram com a informação de que o posto continua com estoque de gasolina e diesel.

Quanto ao outro problema mencionado, o aumento no preço durante as paralisações chegando a R$ 5,00 e até a R$ 8,00 o litro de gasolina em algumas cidades, professor e sindicalista altaneirense José Evatuil ao publicar vídeo do momento de desespero dos condutores legendou:

Olha a situação dos condutores de Altaneira.
Gasolina de 4,77 por litro e há o prenúncio que será desabastecimento do posto.Pir isso a correria para abastecer.Situação similar em Nova Olinda...”.

Essa prática do aumento quando quem abastece não tem outra opção é considerada abusiva e ilegal, devendo ser denunciada.

Em tempo.....

Ainda na quinta-feira a noite indaguei aos amigos e amigas. A pergunta que não quer calar: Por onde andam os paneleiros que gritavam forte a saída da presidenta Dilma, que eram contra a corrupção, o desemprego e contra o aumento dos combustíveis? O gás de cozinha já está em R$ 80, 00. O desemprego aumenta a cada dia e a corrupção..........

Lembrem que outubro tem eleição.

Mas há algo que desconfiei desde o início e que está se concretizando. A imprensa pouco disse sobre vandalismo, apoiou em algumas reportagens e no fim, o governo é exposto como o herói. "Cedemos em tudo o que nos foi solicitado", disse um dos ministros do Temer - o responsável por toda essa zona de desconforto -,  em uma cobertura quase que de minuto a minuto. Portanto, senhores e senhoras, o que a grande mídia diz é sim para ser motivo de desconfiança.

Já o professor de História da Universidade Regional do Cariri (URCA), Darlan Reis Jr enveredou por outro caminho:

Se o governo fez acordo somente sobre o diesel, foi porque os caminhoneiros são estratégicos para o sistema funcionar.
Quem usa gasolina fez o quê?
- Análises sobre a paralisação alheia.
- Nada.
- Correu para os postos para abastecer.
- Criticou o acordo do governo golpista com os caminhoneiros porque não se tocou na questão da gasolina, não obstante quem usa gasolina não ter feito nada”.