segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Professores da rede municipal de Nova Olinda receberão capacitação em Língua Portuguesa


Por meio de um convênio firmado na última quinta-feira, 15, no Centro de Eventos José Ariovaldo Sampaio, entre o Instituto Federal do Ceará, campus de Crato, e a Prefeitura de Nova Olinda, cerca de 100 professores da rede municipal serão capacitados em um curso de atualização em Língua Portuguesa. As informações são do Diário Cariri.

O curso será iniciado ainda este mês e a ideia é que, no futuro, a formação seja ampliada para outros municípios da região do Cariri.

Segundo o Diário Cariri, as aulas ficarão sob a responsabilidade do professor de português e servidor do IFCE no Crato, Augusto Monteiro. Para este professor, a finalidade é contribuir para o aperfeiçoamento do ensino fundamental do município.

O IFCE tem a preocupação de capacitar esses professores para que eles tenham um conhecimento mais aprofundado e mais contextualizado da língua portuguesa. Os professores de ensino fundamental precisam ter outro olhar sobre a língua, principalmente no aspecto da contextualização, para fazer do aluno um participante no processo criativo”, realçou o docente.

Augusto explica que o curso é composto de 240 horas de aulas práticas e teóricas, influenciadas pelo contexto em que alunos e professores estão inseridos. “É um estudo bem aprofundado da língua portuguesa, mas sem complicação, de modo que, ao fazer o curso, os professores terão um conhecimento maior da teoria que envolve a área”, completou.

Com professores mais bem capacitados na rede básica de ensino, os alunos se sairão melhor na sala de aula. Uma boa interpretação de texto, por exemplo, ajuda-os a compreender com mais facilidade o conteúdo e as questões de outras disciplinas, como ciências e matemática.

O diretor-geral do IFCE no Crato, Joaquim Rufino Neto, explica que a atualização em Língua Portuguesa é um curso de Formação Inicial e Continuada (FIC), uma das modalidades de ensino ofertadas pelo instituto. “Ações do tipo devem ser feitas de forma gradativa, por meio desse ‘braço’ do governo federal, no sentido de levar à melhoria da educação de nível básico nos nossos municípios”.

Monteiro e Rufino indicam que a formação deve ainda preparar os professores – e, como consequência, os alunos – para a reforma no ensino. Com a mudança do ensino médio determinada pelo governo federal, as escolas passarão a oferecer, nos dois últimos anos, formação aprofundada em curso técnico ou em áreas eletivas como linguagens e suas tecnologias ou matemática e suas tecnologias, entre outras. Embora o ensino médio não seja responsabilidade da gestão municipal, a preparação no ensino básico é fundamental para os anos seguintes da educação.


A expectativa pelo desenvolvimento do ensino no município é compartilhada pela secretária de educação de Nova Olinda, Ana Célia Matos: “Foi fantástica a iniciativa. Nós professores precisamos estudar bastante e o curso vai fortalecer o conhecimento da nossa equipe de educadores”.

Professores e professoras da rede municipal de Nova Olinda durante realização da Jornada Pedagógica 2018.
(Foto/ Divulgação/ Portal do Município).

0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!