29 junho 2017

Seca no Nordeste é chamada de ‘atração turística’ por Dória


Em 1987, o atual prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), era o presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). Três décadas atrás, o tucano já mostrava a capacidade de criar ideias mirabolantes. À época, Doria acreditava que a fome, a subnutrição e a seca do Nordeste poderiam ser uma opção de atração turística para os visitantes do Centro-Sul do país.

Do 247 - A informação foi publicada na Revista Agropecuária tropical, na edição de Setembro/Outubro de 1987. Em discurso feito em Fortaleza, em julho daquele ano, o atual prefeito defendia o corte de verbas de irrigação e aumento das verbas para a Embratur. Com isso, disse Doria, "os moradores do Sul do país poderiam conhecer de perto a seca, uma vez que eles só conheciam a seca através da imprensa".

A revista criticou a frase de Doria com uma afirmação irônica. "Ou seja, em vez de empregar o dinheiro do governo para financiar a produção, o presidente da Embratur defende empregar verbas para que turistas em ônibus refrigerado e regado a whisky possam ver crianças esqueléticas tomando lama em vez de água".

Na época, uma radialista de Fortaleza chamou Doria de "dandi transplantado para a vida pública", de acordo com reportagem da Gazeta Mercantil.



0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!