20 abril 2017

Eduardo Cunha fez escola e Maia pediu para votar de novo urgência da reforma trabalhista que já tinha perdido



Além de conseguir reunir mais deputados em plenário, o Palácio do Planalto e os líderes governistas no Congresso conseguiram na aprovação do requerimento que acelerou a reforma trabalhista virar da noite para o dia o voto de vários deputados da base que haviam se rebelado na véspera.

Folha - A comparação dos mapas de votação de terça (18) e desta quarta-feira (19) mostram que, em menos de 24 horas, foi criada uma bancada de 24 deputados "vira-casaca": eles votaram contra a tramitação mais rápida da reforma na terça, mas mudaram de ideia e, nesta quarta, apoiaram a tese do governo.

A derrota do dia anterior foi simbólica para o governo porque ele pretende usar a aprovação da reforma trabalhista como um sinal ao mercado e ao país de que tem musculatura legislativa para aprovar a reforma da Previdência, que exige apoio maior dos congressistas (pelo menos 60%).

Com isso, o governo pressionou partidos que têm ministério e conseguiu reverter as defecções: o partido com mais vira-casacas foi o próprio PMDB de Temer. Quatro mudaram de ideia a favor do governo em menos de 24 horas.

Depois vêm PSB (3), PP (3), PTN (3) e PR (3), incluindo Tiririca (SP), deputado mais votado no Brasil em 2010 e o segundo mais votado em 2014.

"É foda, foi pressão do partido, pressão muito grande, mas meu voto na reforma tá declarado, eu sou contra qualquer reforma. O que aconteceu é que o partido ligou, nem foi pra mim, foi para o meu chefe de gabinete, e a pressão foi muito grande. Uma porrada de gente mudou o voto. Aí pra não bater de frente com o meu partido, aceitei votar nessa urgência, mas falei pra deixar claro que quando vier a reforma eu bato de frente, meu voto é contra", disse Tiririca.

Veja abaixo os 24 deputados que mudaram o voto da noite para o dia, a favor do governo:

VIRANDO A CASACA

24 deputados mudaram o voto na urgência da reforma trabalhista

Deputado
Partido
Estado
Roberto Góes
PDT
AP
Alexandre Serfiotis
PMDB
RJ
Kaio Maniçoba
PMDB
PE
Sergio Zveiter
PMDB
RJ
Walter Alves
PMDB
RJ
Beto Salame
PP
PA
Mário Negromonte Jr.
PP
BA
Waldir Maranhão
PP
MA
Arnaldo Jordy
PPS
PA
Brunny
PR
MG
Silas Freire
PR
PI
Tiririca
PR
SP
Jhonatan de Jesus
PRB
RR
Jony Marcos
PRB
SE
Gonzaga Patriota
PSB
PE
Hugo Leal
PSB
RJ
Tenente Lúcio
PSB
MG
Professor Victório Galli
PSC
MT
Victor Mendes
PSD
MA
Pedro Cunha Lima
PSDB
PB
Dr. Sinval Malheiros
PTN
SP
Ezequiel Teixeira
PTN
RJ
Luiz Carlos Ramos
PTN
RJ
Zé Silva
SD
MG


Chico Alencar (PSOL - RJ) protesta na Câmara dos Deputados, em Brasília. Foto: Pedro Ladeira/ Folhapress.

0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!