25 fevereiro 2017

Morre seu João Zuba, um dos símbolos da cultura de Altaneira


O Blog Negro Nicolau com pesar informa a morte do mestre da cultura de Altaneira seu João Zuba, ocorrida na noite desta sexta-feira, 24. Desde ontem sua residência é visitada por familiares e amigos.

Responsável por resgatar e manter viva a Banda Cabaçal ao lado do seu amigo Luis, seu João Zuba deixará um legado invejável na cultura local, pois abriu espaços para aprendizes do ramo da música, sanfoneiros, violeiros e cantores semiprofissionais – como o cantor Sebastião Amorim (conhecido popularmente por Charles Tocador) - que até então não eram visibilizados.

Sob a égide cultural dos sons do pífano e da zabumba que tão bem marcou seu João Zuba, uma geração de jovens decidiu criar a primeira Banda de Pífano no município, se constituído, pois, como uma ferramenta importante para manter viva a tradição da Banda Cabaçal.

Nos últimos anos a saúde do mestre já vinha debilitada e suas apresentações que já não eram tão vistas, ficou comprometida por completo. Antes de sair de cena, ele tinha participado em fevereiro de 2012 da III Conferência Municipal de Cultura na execução do Hino de Altaneira, do XII Festival Junino desta municipalidade em junho do mesmo ano, onde a Banda Cabaçal foi homenageada pela quadrilha da Escola Joaquim Rufino de Oliveira e da Mostra Sesc Cariri em novembro de 2013, na praça Manoel Pinheiro de Almeida.

É impossível falar de cultura em Altaneira sem destacar a participação ativa e ousada do agricultor João Zuba. Além de idealizador e propagador de uma cultura inspirada no trabalho braçal, na vida simples do homem e da mulher da roça, foi um colaborador no fortalecimento do vinculo dos mais jovens com suas raízes indígenas e africanas através da música.


Lúcia de Lucena, uma das dirigentes da Fundação Educativa e Cultura ARCA, informou que em face do falecimento deste personagem, a “Noite Cultural” desta entidade que estava prevista para este sábado (25), foi remarcada para o dia 04 de março a partir das 19h00 em sua sede, situada à Rua Padre Agamenon Coelho.

É intensão deste blog desenvolver a série Mestres da Cultura de Altaneira com o propósito de elencar e visibilizar os fazeres culturais de pessoas como seu Luis, Dona Angelita, Dona Odízia, Zé Mariano, Cesar Rodrigues, dentre outros.

Abaixo algumas imagens de Seu João Zuba nas lentes de Fabrício Ferraz, Heloisa Bitu e João Alves.






0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!