18 janeiro 2017

Notas individuais do ENEM 2016 já podem ser consultadas


Durante entrevista coletiva realizada na manhã desta quarta-feira, 18 de janeiro, o Ministério da Educação (MEC) disponibilizou o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Para ter acesso à nota, o candidato deve logar na Página do Participante, informando CPF ou número de inscrição e senha.

Do Uol

Por enquanto, o resultado não está disponível para estudantes que fizeram o Enem 2016 na condição de treineiros, ou seja, que não concluíram o ensino médio no ano passado. Para esses, as notas poderão ser acessadas em 60 dias.

Esta edição do Enem foi atípica, pois aproximadamente 270 mil alunos não puderam fazer as provas nos dias 5 e 6 de novembro. Devido à ocupação de algumas escolas que eram locais de provas, eles tiveram que fazer o Enem nos dias 3 e 4 de dezembro.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), considerando as duas aplicações a abstenção foi de 30,4%. Isto significa que, dos 8.627.195 inscritos, 2.621.588 não compareceram para realizar as provas do Enem 2016. Esse índice foi um dos maiores já registrado, já que as últimas edições tiveram 25,5% (2015), 28,9% (2014) e 29,7% (2013) de abstenção.

Além das duas aplicações, como nos anteriores o Enem 2016 contou com uma prova exclusiva para privados de liberdade. Foram mais de 54 mil candidatos em 1,4 mil unidades prisionais e socioeducativas em todo país. Nesse caso, o exame foi realizado nos dias 13 e 14 de dezembro do ano passado.

Provas

Em todas as aplicações, o Enem teve o mesmo formato. No primeiro dia, houve 90 questões sobre Ciências Humanas e suas Tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia) e Ciências da Natureza e suas Tecnologias (química, física e biologia). No segundo dia, uma redação e mais 90 questões sobre Matemática e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (língua portuguesa, literatura, artes e língua estrangeira – inglês ou espanhol).

O tema da redação do Enem de novembro foi "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil". Confira comentários sobre a proposta de texto. Já o Enem de dezembro pediu que os candidatos dissertassem sobre o seguinte tema: "Caminhos para combater o racismo no Brasil". Saiba mais.

O Super Vestibular realizou correção comentada nos dias da primeira aplicação das provas. Além disso, já estão disponíveis as provas e os gabaritos do Enem 2016.

Usando o Enem

A participação no Enem permite que o candidato use a nota para ingressar em universidades públicas e privadas, por meio de vestibulares específicos que forem abertos. Além disso, o MEC deve divulgar nos próximos dias o edital do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2017/1, que oferece vagas em universidades públicas. Veja como está adesão das universidades ao SiSU.

O Enem também pode garantir bolsas de estudos em instituições privadas por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) e o financiamento das mensalidades com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Algumas universidades portuguesas também aceitam os alunos brasileiros com base no rendimento obtido no Enem.

Apesar de algumas mudanças anunciadas para o exame, os estudantes que realizaram o Enem em 2016 poderão obter certificação do ensino médio, caso tenham solicitado no ato da inscrição e obtido a média necessária.
Confira as médias necessária para usar em cada programa que depende do Enem:
Enem 2017

No final do ano passado, o MEC anunciou que o Edital do Enem 2017 deve sair em fevereiro. Anteriormente, o documento era liberado no mês de maio. A previsão é que no edital sejam contempladas as propostas de mudanças para o maior exame educacional do Brasil.

O MEC já confirmou que, a partir de 2017, o Enem deixará de ser usado para obter certificação do Ensino Médio. A proposta é que esta certificação volte a ser realizada pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), como era até 2009.

Outras mudanças estão previstas, mas serão feitas após consulta pública. Neste caso, a intenção é receber a opinião de estudantes, educadores, pesquisadores e de todos que possam colaborar com o perfeiçoamento do exame.


Mais informações sobre o Enem podem ser obtidas no site ou pelo telefone 0800-616161.



0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!