19 outubro 2016

Governo Temer quer acabar com a Educação


A PEC 241, aprovada em 1º turno na Câmara dos Deputados em 10 de outubro, é um duro golpe na população. Em resumo, a PEC propõe o congelamento de investimentos nos serviços públicos, afetando direta e imediatamente aqueles que dependem deles.

Publicado originalmente no Liberdade e Luta

Hoje, 45% do orçamento da união é direcionado para o pagamento de juros da dívida externa, enquanto os recursos para saúde e educação somados atingem menos de 10%. A PEC 241 serve para que o governo continue alimentando os cofres do capital internacional as custas da precarização dos serviços públicos. Enquanto o 1% da população que controla o poder econômico continua engordando suas contas, a classe trabalhadora e a juventude pagam a fatura.

O “governo” de Michel Temer acelera os ataques a classe trabalhadora e a juventude. A PEC 241 é só mais um passo. A unidade é nossa arma para resistir a esses ataques. Convocamos todos a se somar a Liberdade e Luta e combater as medidas de Temer. Queremos serviços públicos, gratuitos e para todos, nenhum direito a menos e Fora Temer.

Reforma do Ensino Médio será o fim da educação pública

A Reforma do Ensino é o ataque mais duro que a educação pública brasileira já sofreu. Representa o seu fim, em breve.

O objetivo central é privatizar toda a educação, reduzindo e transferindo os já poucos recursos para os empresários. Das 13 disciplinas obrigatórias hoje, só português, matemática e inglês permanecerão, podendo ainda reduzir aulas.

Temer faz uma piada de mau gosto: diz que o objetivo é tornar a escola mais atrativa. Nós, que conhecemos a escola pública, sabemos que é o sucateamento e a falta de estrutura mínima que a tornam pouco atrativa. Os professores não precisarão prestar concurso público, nem ter formação para lecionar. Basta o notório saber. Além disso, empresas poderão ser contratadas para fornecer ensino.

Divulgada pela mídia como Reforma do Ensino Médio, a MP propõem também, a curto prazo, mudanças estruturais nos ensinos Fundamental e Universitário.


Já são mais de 226 escolas e 3 universidades ocupadas em 13 estados. Professores e estudantes preparam uma greve na educação. A Liberdade e Luta participa e convoca você para essa luta. Por uma greve geral de trabalhadores em educação e estudantes!

Estudantes dos municípios de Altaneira, Nova Olinda e Santana do Cariri em ato contra a Reforma do Ensino Médio. Foto: Rede Escola.

0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!