07 março 2016

Além de ex-presidentes, o que João Goulart e Lula tem em comum?


Publicado originalmente na Revista Fórum com o título “Espetáculo contra Lula é algo que não se vê desde João Goulart”

O professor da PUC-SP e constitucionalista Pedro Serrano considera que essa ação contra Lula é a maior ilegalidade já cometida em relação a um ex-presidente da República desde João Goulart, Jango.

Pedro Estevam Serrano, advogado e professor da PUC - SP.
Serrano diz que é injustificável o fato de Lula ter sido levado coercitivamente a depor. E que a alegação de que isso era para protegê-lo não faz o menor sentido.

Segundo Serrano, o procedimento adotado pelo MP quando há qualquer risco e se deseja preservar a pessoa intimada é o de se realizar um acordo com o advogado e marcar o depoimento num local discreto e sem que ninguém saiba. “Eu já participei de diversos acordos desses”, diz Serrano.

Na opinião dele há indícios de abuso de poder nesta ação e ela é totalmente inconstitucional.
Serrano acrescenta que tudo foi armado para constranger Lula e diz que às 2h da manhã, o diretor da Revista Época, Diego Escosteguy, escreveu tweets sinalizando que a operação contra Lula aconteceria na manhã de hoje. E às 6h da manhã a TV Globo já estava transmitindo ao vivo a ação tanta da casa de Lula como do Instituto.

0 comentários:

Postar um comentário

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!