30 abril 2015

Dilma Rousseff fará pronunciamento apenas pela internet no dia do trabalho

0 comentários



A presidenta Dilma Rousseff não fará pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão nesta sexta-feira (1º), Dia do Trabalho. A decisão foi tomada na reunião de coordenação política do governo no início da noite de segunda-feira (27). Será a primeira vez que a presidenta não fará o pronunciamento na TV no Dia do Trabalho, em seu quinto ano de governo. Medida certa para uns, erradas para outros.

O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, disse: “A presidenta vai dialogar com os trabalhadores, com a sociedade brasileira, pelas redes sociais. É uma forma de valorizarmos outros meios de comunicação”.

Tecnicamente, digamos, nos momentos em que um governo está mal avaliado nas pesquisas de opinião, o governante entrar em rede de TV aberta costuma fazer aumentar a rejeição, a menos que tivesse medidas muito boas para anunciar, o que não é o caso no atual momento. Sob este ponto de vista, a decisão estaria correta. Os governadores tucanos, por exemplo, costumam submergir no noticiário quando há crises em seus estados.

Dilma falou em rede de TV pela última vez no Dia Internacional da Mulher, 8 de março. No pronunciamento, usou a maior parte do tempo para explicar ao cidadão o ajuste fiscal e o momento econômico. Guardadas as devidas proporções e gigantescas diferenças de conjuntura, foi um discurso meio que para pedir "sangue, suor e lágrimas" feito por Winston Churchill quando o Reino Unido, do qual era o primeiro-ministro, entrou na Segunda Guerra Mundial. No caso da fala de Dilma, o falar "olho no olho" não surtiu efeito para reverter a má avaliação do governo.

Outra parte do último pronunciamento foi dedicada a anunciar medidas de combate à corrupção, aparentemente visando esvaziar os protestos que já estavam agendados para o domingo seguinte, 16 de março, e que foram organizados via redes sociais por grupos radicais que querem a volta da ditadura e o impeachment.

Durante o pronunciamento houve panelaços e buzinaços também organizados nas redes sociais pelos mesmos grupos, que fizeram muito barulho em determinados bairros de São Paulo, mas com pouca adesão em outras cidades.

Pronunciamento em cadeia nacional não é voltado para conter "paneleiros", e sim para passar a mensagem do governo à maioria silenciosa que assiste e não bate panelas. Mas o problema é que nos noticiários só deu panelaço dominando a pauta, inclusive nos dias seguintes, mesmo que o bater das panelas tenha sido pífio fora da capital paulista.

Esta ênfase do noticiário apenas nas reações negativas, ignorando o conteúdo do discurso, acabou se sobrepondo à mensagem da presidenta à maioria silenciosa que votou nela e também à parcela da população que não votou, mas respeita o resultado das urnas.

Aquele pronunciamento também não funcionou para esvaziar a manifestação do dia 15. Há até quem avalie que o pronunciamento de Dilma do dia 8 até motivou mais gente a participar dos protestos da turma conservadora da semana seguinte.

Por outro ponto de vista, há entre os apoiadores de Dilma quem considere errado não ir à TV, como se fosse um recuo político, um medo de enfrentamento e uma quebra da tradição. É compreensível esse sentimento, mas analisando com profundidade, medo é uma palavra que não cabe à presidenta, e não pode ser confundido com cautela.

Dilma já está reeleita e não tem mais nenhuma eleição pela frente, por isso, nem há o que temer. Seu compromisso é com as transformações históricas que seu governo deixará para sua base eleitoral de trabalhadores e da população mais pobre, e com seu grupo político para não perder o bonde da história na conclusão deste projeto nacional de desenvolvimento humano e econômico. Decisões como ir ou não à TV devem atender ao que é bom para o cumprimento destes compromissos. E na conjuntura atual, ir à TV é o mesmo que dar munição justamente à quem se opõe ao projeto de nação que vem se implantando desde 2003.

Além disso, mesmo com a quebra da tradição, Dilma pode marcar um tento, inclusive na politização do cidadão. Sem ter medidas muito boas ou extremamente necessárias para anunciar, para a maioria das pessoas não é agradável um governante, por mais popular que seja, "entrar na casa" e interromper sua hora de lazer, para fazer discursos apenas protocolares. No século 21, o cidadão pode escolher buscar informação sobre seu governo na hora que quiser pela internet. Muita gente pode ver com simpatia a atitude da presidenta.

Além disso, se a batalha da comunicação não é travada com intensidade no dia a dia das pautas dos noticiários, não é um pronunciamento que irá resolver. Pelo contrário irá agravar. Diga o que disser no pronunciamento, os telejornais, hegemonicamente oposicionistas, sempre pautarão suas coberturas sob um viés negativo.

Colocando tudo na balança, a decisão é positiva. Mais importante são as ações, gestos e atitude do governo em benefício do trabalhador neste 1º de Maio.


Continue Lendo...

Ex-diretoria da AUNA tem contas aprovadas por associados

0 comentários


Artigo atualizado às 13h24

Flávia Regina e Cláudio Gonçalves, ex-membros da diretoria
da AUNA. 
33 (trinta e três) sócios da Associação dos Universitários de Altaneira – AUNA em assembleia extraordinária realizada neste sábado, 25, aprovaram a prestação de contas referente período de setembro de 2013 a dezembro de 2014.

Segundo informações contantes no blog da rádio, Claudio Gonçalves, que na época presidiu a entidade, chegou a relatar em entrevista ao repórter Mirim da Rádio Comunitária Altaneira FM, todo processo pela qual seguiu a diretoria. A cada dois meses o conselho fiscal emitia pareceres das prestações de conta, todas aprovadas.

Além de Cláudio Gonçalves, compunha aquela diretoria Antonio Dantas (Vice-presidente), Virleide Brandão (Secretaria) e Flavia Regina (Tesoureira). Já o Conselho Fiscal era formado por Geniaria Luiz, Elvis e Anne Danielle.

A ex-diretoria foi questionada pelo blogueiro e jurista Raimundo Soares Filho por não ter divulgado os dados financeiros durante a gestão. “Quanto se arrecadou nesse período? Quanto foi gasto? Com que foi gasto esses recursos? Houve saldo? Qual o valor?, indagou.

Cláudio Gonçalves reconheceu que a informação estava incompleta e afirmou “falarei com a companheira Flávia Regina, ex-tesoureira, para ver o que ela pode fazer”.

Na manhã desta sexta-feira, 1º de maio, a redação do Informações em Foco recebeu via correio eletrônico o balanço financeiro. Por ele, pode-se perceber que os principais recursos adquiridos pela AUNA são referentes às contribuições de seus sócios e os repasses da prefeitura. As despesas são decorrentes dos pagamentos com os motoristas, ajuda de custo para universitários da manhã, fretes, impressões, confecção de blocos de recibos, serviços contábeis (ASCON), e algumas que fogem da normalidade, como por exemplo, confecção de blusas para o Projeto Xadrez na Escola desenvolvido na instituição EMEF 18 de Dezembro no ano passado. Em dezembro de 2014 a AUNA terminou com um saldo de R$ 3. 929,33 (três mil, novecentos e vinte e nove reais e trinte e três centavos).

Continue Lendo...

29 abril 2015

Fundação Cultural Palmares tem nova presidência

0 comentários



Foi nomeada, como presidenta da Fundação Cultural Palmares (FCP/MinC), a militante do Movimento Social Negro Brasileiro, Maria Aparecida da Silva Abreu, segunda mulher a gerir a instituição em seus 26 anos de existência. A decisão foi publicada na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial da União (DOU) pela presidenta Dilma Rousseff, por indicação do ministro da Cultura, Juca Ferreira.


Cida Abreu, como é conhecida, substitui o ator e produtor cultural Hilton Cobra, à frente do cargo desde 2013. Com um currículo acadêmico voltado à Gestão Pública e à Educação, aos 43 anos, Cida Abreu tem como experiência a união das duas áreas do conhecimento nas atuações que exerceu.

A gestão da nova presidenta tem como meta dar atenção especial a construir o conceito e participação da Cultura Afro Brasileira no desenvolvimento econômico do país, o combate à intolerância religiosa, o fortalecimento das garantias dos direitos das comunidades tradicionais quilombolas, a valorização das produções artísticas e intelectuais e a participação popular. “A Cultura Afro-Brasileira é como um instrumento para a nacionalização do Brasil a partir da herança ancestral africana”, afirma ressaltando que um dos principais objetivos será o fortalecimento e a ampliação do papel institucional da Palmares.

Ativismo

Como militante do Movimento Social Negro Brasileiro, Cida Abreu tem como sua marca a defesa da Cultura Afro-Brasileira, patrimônio material e imaterial. Por esse motivo, vê na Fundação Cultural Palmares a oportunidade de garantir e ampliar resultados interessantes à população negra, uma vez que é onde se encontram as principais ferramentas de atuação política à salvaguarda da matriz cultural afro-brasileira e de apoio ao enfrentamento do racismo e desigualdades.

Entre outras lutas, Cida teve como conquistas a fundação e a presidência do Movimento de Pesquisa da Cultura Negra de Miracema (1998), ser representante-membro da Comissão de Combate à Discriminação de Raça, Cor, Religião, Preconceito e Intolerância Correlata da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ) e do Conselho Estadual dos Direitos do Negro (Cedine), também do Rio de Janeiro onde teve outros cargos importantes aos assuntos étnico-raciais.

Em 2010, recebeu o Prêmio Zumbi dos Palmares da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), participou do mapeamento das Casas de Religião de Matriz Africana de Umbanda e Candomblé do Rio, o que rendeu à Casa do Perdão o Prêmio Nacional de Direitos Humanos. Coordenou, ainda, o Projeto “Festival de Cultura Negra Candanga” (2014).

Entre suas atuações internacionais representou o Brasil em reunião dos movimentos sociais no XI Fórum Social Mundial em Dakar (Senegal), aprovou o I Tayer de Afrodescentes Latino-americano de Caribenho (2011) e coordenou, junto à então ministra da Igualdade Racial, Luiza Bairros, a mesa de Ministros-Chefes de Estados, no Fórum Social Mundial de Dakar sobre empoderamento das mulheres negras no governo e na política (2011).

Afiliada ao Partido dos Trabalhadores (PT), teve como resultados de seu desempenho a defensoria da transformação do Plano Juventude Viva em uma política de Estado, o apoio à aprovação das cotas étnico-raciais na direção partidária e a organização da I Jornada Nacional de Formação para o Combate ao Racismo do PT (2012).

Cida Abreu foi a coordenadora do Programa de Governo da presidenta Dilma Rousseff para a Igualdade Racial. Sua última função no Partido foi como Secretária Nacional de Combate ao Racismo.
Continue Lendo...

28 abril 2015

Na versão 2015 de seus donos, Globo é quase uma vítima da ditadura

0 comentários


Não sei por que, ao ler a entrevista dos irmãos Marinhos no Valor me vieram à cabeça os Globo boys – Merval, Noblat etc.

Quer dizer: sei sim.

José Roberto, Roberto Irineu e João Roberto.
É que, no ano passado, quando Lula concedeu uma entrevista a blogueiros, os Globo boys responderam com pedras.

Ali estava uma entrevista chapa branca, acusaram.

Eu gostaria muito de saber agora qual é a avaliação que estes destemidos jornalistas fazem da entrevista dos patrões.

Coube a Matias Molina, lendário jornalista da Gazeta Mercantil dos anos 1980, a tarefa de estender o tapete para Roberto Irineu, João Roberto e José Roberto.

Molina repetiu, no papel, o que Alberto Dines fizera na tevê com João Roberto alguns meses atrás: evitar qualquer pergunta embaraçosa.

Em favor de Molina é preciso lembrar que o Valor pertence aos Marinhos.

Se o mundo fosse menos imperfeito, os Marinhos teriam designado seus Globo boys para a entrevista.

Eles mandaram embora Boni assim que puderam, mas parece que não o esqueceram.

Nestes dias, ao comentar Babilônia, Boni afirmou que quando uma história é ruim basta mudá-la.

Vale para novela, mas a Globo parece tentar adotar a mesma estratégia para a vida real.

A Globo é quase uma vítima da ditadura, na versão 2015 de seus donos.

O irrestrito apoio editorial que a emissora deu aos militares é substituído agora por uma faca nas costas.

A censura, segundo a nova fábula, forçou a Globo a ser aquilo que Médici definiu tão bem. “Como é bom ligar à noite a televisão e, num mundo tão convulsionado, ver o Brasil tão em paz no noticiário da Globo”.

Mais um pouco e Roberto Marinho pegará em armas pela democracia, na história reescrita da Globo.

Como a realidade não é novela, essa versão terminará, merecidamente, no lixo e no escárnio.

No livro Dossiê Geisel, feito com base em documentos do ex-presidente só liberados depois de sua morte, fica claro quanto Roberto Marinho pressionava os generais por mais e mais mamatas, sob o argumento de que era “o melhor amigo do regime na imprensa”.

Na entrevista, João Roberto diz que o pai evitou pedir favores para a ditadura.

As insistentes solicitações de Roberto Marinho se deviam a uma cisma empresarial. Ele achava que uma empresa que não cresce começa a morrer.

E assim ia passar o pires no poder, em busca de novas concessões, mais publicidade, mais financiamentos em bancos públicos – tudo em troca do mundo paradisíaco no jornalismo da Globo a que se referiu Medici.

Roberto Marinho usou com tamanha voracidade as instituições financeiras públicas – federais ou estaduais – que o Pasquim o chamou, a certa altura, de “maior assaltante de bancos do Brasil”.

O pessoal do Pasquim estava particularmente cabreiro com a forma como a Globo construiu o Projac: com dinheiro do Banerj, o extinto banco estadual do Rio. O pagamento se deu em publicidade.

Já que o passado está sendo reescrito, por que não o presente também?

Roberto Irineu afirmou que são “ótimas” as relações da Globo com Dilma e Lula. E, na única pergunta menos indulgente, disse que a audiência da tevê aberta não cai.

Quer dizer: novelas que davam 70, 80 pontos hoje vão chegando a 20. O JN tem os piores índices de sua história.

Mas isso não significa queda de público, segundo a estranha lógica de Roberto Irineu.

Na entrevista, os irmãos anunciaram um investimento de 3 bilhões de reais rumo ao futuro digital.

Cuidado com sua carteira: na tradição da Globo, investimentos são sempre à base de dinheiro público, como se a empresa fosse uma quitanda.

Que se festejem estes 50 anos, construídos com imensos favorecimentos.

Com a Era Digital, dificilmente a Globo chegará aos próximos 50.

Continue Lendo...

27 abril 2015

Cotidiano de tribo semi-nômade em fotos

1 comentários



A fotógrafa Susan Portnoy passou alguns dias no deserto de Kunene, região remota entre a fronteira da Namíbia com Angola, registrando o cotidiano e os costumes do fascinante povo semi-nômade Himba. Em algumas fotografias impactantes, ela documenta a experiência de estar tão longe de tudo e de todos.

Vivendo em cabanas feitas de esterco, areia e madeira, a tribo produz de tudo um pouco para poder sobreviver. As mulheres se dedicam a fazer acessórios, como colares com fios de couro, conchas e outros itens que encontram. Enquanto isso, os homens tomam conta das cabras e dos gados do rebanho, que quanto mais volumoso, maior é o status da família.

Nas vestimentas, as mulheres e matriarcas usam tangas de couro macio, muitas de suas jóias, e passam uma pasta vermelha chamada de Otjize em seu rosto, cabelo e corpo. Nenhuma delas toma banho, limitando-se a usar a pasta perfumada. As meninas têm variados penteados na cabeça de acordo com a idade: quando crianças, fios cortados rente a cabeça; na puberdade, os cabelos são alongados com pelo de cabra, trançados e com pasta Otjize na raíz. Quando se casam, um capacete oval feito com pele de carneiro adorna a cabeça. Os homens usam o cabelo em corte baixo por boa parte da vida.















Continue Lendo...

Higor vence mais uma etapa do II Campeonato MTB de Altaneira e dispara na liderança

0 comentários



Realizou-se na manhã de ontem (26/04) a terceira etapa do Segundo Campeonato Municipal MTB de Altaneira realizado no Circuito da Trilha Sítio Poças em Altaneira.

Jhonatan, Higor e Lindevaldo (da esquerda
para a direita) no pódio. Foto: João Alves.
Com o tempo 1h.27min.40seg Higor Gomes foi o vencedor da etapa e assumiu a liderança do Campeonato, seguido por Lindevaldo Ferreira que ficou em segundo na etapa. Mais uma vez o Jonathan Soares foi o terceiro colocado.

O ciclista cratense Rafael Cromado foi o vencedor dentre os visitantes com o tempo de 1h.40min.22seg., seguido por Francisco Serafim (segundo) e em terceiro ficou Emanoel Vieira.

A classificação dos visitantes foi a seguinte:

1) Rafael Cromado: 06 voltas - 1h.40min.22seg;
2) Francisco Serafim: 06 voltas - 1h.43min.35seg;
3) Emanoel Vieira: 05 voltas - 1h.39min.22seg;

Os altaneirenses são divididos em categorias, tendo como marco divisor a idade de 30 anos, confiram a categoria Sub30:

1) Higor Gomes: 06 voltas - 1h.27min.40seg;       
2) Lindevaldo Ferreira:  06 voltas - 1h.33min.59seg;
3) Jonathan Soares: 06 voltas - 1h.44min.43seg;
4) Bruno Roberto: 05 voltas - 1h.23min.05seg;
5) Richard Soares: 05 voltas - 1h.38min.18seg;
6) Ryan Batista: 04 voltas - 1h.33min.23seg.

Dentre os veteranos o resultado da segunda etapa do Campeonato Municipal MTB de Altaneira foi o seguinte:

1) Luciano Ferreira: 06 voltas - 1h.46min.29seg;
2) Cicero Batista: 05 voltas - 1h.33min.56seg;
2) Paulo Robson: 05 voltas - 1h.41min.44seg;
3) Dean Freire: 05 voltas - 1h.44min.56seg.

Na categoria Feminino apenas a ciclista Raquel Guedes participou da etapa e apesar da queda e fortes na coluna completou 04 voltas com o tempo de 1h.29min.22seg.

A mesa de cronometragem foi coordenada pelo estudante Pedro Rafael, presidente da Comissão Organizadora do evento. A quarta etapa Municipal está marcada para o último domingo do próximo mês (31/05), na mesma hora e no mesmo local.

Confira a pontuação geral do Campeonato Municipal de Ciclismo após a terceira etapa:

1) Higor Gomes - 68 pontos;
2) Lindevaldo Ferreira - 55 pontos;
3) Luciano Ferreira - 49 pontos;
4) Jonathan Soares - 39 pontos;
5) Bruno Roberto - 22 pontos;
6) Richard Soares - 22 pontos;
7) Paulo Robson - 20 pontos;
8) Dean Freire - 14 pontos;
9) Cicero Batista - 10 pontos;
10) Derlan Rodrigues - 10 pontos;
11) Raquel Guedes - 9 pontos;
12) Ryan Batista - 3 pontos;
13) Sávio Soares;
14) Heloisa Bitu;
15) Delvamberto Soares;
16) Devanilton Soares;
17) Edezyo Jalled.

A pontuação geral dos visitantes é a seguinte:

1) Rafael Cromado - 39 pontos;
2) Ruan Jacinto - 25 pontos;
3) Kelbe Bezerra - 25 pontos;
4) Fabiano Almeida - 18 pontos;
5) João Filho - 18 pontos;
6) Jobson Junior - 18 pontos;
7) Francisco Serafim - 18 pontos;
8) Bruno Aires - 16 pontos;
9) Dhiogo Correia - 15 pontos;
10) Emanoel Vieira - 15 pontos;
11) Evandro Vieira - 12 pontos;
12) Marco Saccon - 12 pontos;
13) Geraldo Feitosa - 8 pontos;
14) Tico - 6 pontos;
15) Geraldo Soares - 6 pontos;
16) José Eudes - 2 pontos;
17) Kelvyn Kleber;
18) Diogo Rolim;
19) Neto Sousa;
20) Murilo Henrique;
21) Guilherme Cabral;
22) Baden Powell;
23) Erlon Fabricio;
24) João Matias;
25) Tiago Araruna.

A terceira etapa do Campeonato Municipal contou com uma boa participação de público e recebeu o apoio do Governo Municipal, da JS Cerâmica, do MegaSom, da Horta Dois Irmãos, da Distribuidora Rio Norte e da Bike Adventure.
Continue Lendo...

Em vídeo de 1 minuto conheça as principais frases em homenagem aos 50 anos da Globo

0 comentários


A página “Os professores do Brasil”, na rede social facebook compartilhou neste sábado, 25 de abril, um vídeo em protesto contra a Rede Globo de Televisão em fase do seu meio século de manipulação da opinião pública a ser completado no domingo, 26/04.

Imagem capturada do vídeo em protesto aos 50 anos da
Rede Globo. 
O portal Informações em Foco já havia publicado na última sexta-feira as dez razões para não comemorar meio século desta emissora, como por exemplo, Canal 4 estava prometido à Rádio Nacional, Acordo com a Time-Life feriu interesses nacionais, O apoio à ditadura civil - militar (1964-1985), O combate permanente às TVs Educativas, O programa global de telecursos, O caso Proconsult e o combate a Leonel Brizola, Ignorou as Diretas-Já, Manipulação do debate Collor x Lula, Contra a democratização da mídia e Golpismo.

Não há como não falar da Globo e não se referir ao Partido da Imprensa Golpista – PIG, ao elitismo, aos sensacionalismo e a forte manipulação da opinião pública. No vídeo abaixo, você perceberá que não nenhuma razão para se comemorar o aniversário deste veículo de comunicação, exceto para as figurinhas de plantão. Frases como “O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo” e “ Verdade é dura, a Rede Globo apoiou a Ditadura” são as mais eloquentes. 


Continue Lendo...

IV anos do Informações em Foco na Rede Mundial de Computadores: Nossos agradecimentos a você

1 comentários


Em 2014 quando da passagem do 3º ano do Informações em Foco - IF na rede mundial de computadores, fizemos uma abordagem apresentando as variadas formas pela qual já passou este portal, inclusive fazendo um resgate do primeiro nome que demos quando criamos o espaço de comunicação – “Altaneira ‘infoco’”.

Naquele momento tornamos público ainda que recebemos algumas propostas de patrocínio de municípios vizinhos, como Nova Olinda e Potengi, mas que recusamos uma vez que não temos a pretensão de nos tornarmos uma microempresa com anúncios e, ou, divulgação de empresas para arrecadarmos recursos financeiros. Não criamos esse portal com e, ou para essa finalidade.

Lançado em 27 de abril de 2011, o blog só veio a ganhar notoriedade no ano subsequente, quando conseguimos pela primeira vez mais de dois mil acessos em um único dia a partir do artigo intitulado “Apresentadora demonstra falta de conhecimento ao afirmar que defensores do Estado laico são ‘intolerantes”. Em 2013 foi o ano de afirmação na rede. Obtivemos os maiores acessos e de forma constante, o que é mais gratificante. Sempre ou quase sempre, superiores a 900 acessos/dia. Números que para nós não tem nenhum auxílio financeiro, mas não deixamos de reconhecer como significativos para receber publicidade e acima de tudo publicidade alicerçada na cidadania.

Nesses quarenta e oito meses, podemos afirmar de forma segura que o Informações em Foco já conseguiu credibilidade. Quase que diariamente recebemos por telefone e via correio eletrônico sugestões de textos. Em tempos que escrever vem exigindo cuidados redobrados, temos que redigi-lo da forma mais correta e não raramente, a prova de intrigas. Toda via, nos sentimos honrado e feliz por estar contribuído de alguma forma, principalmente através deste portal, com a tomada de consciência crítica e para o exercício da cidadania.

Ao longo desse tempo firmamos parceria com o jornal "O Povo" e nunca fugimos do nosso ideal e nem das nossas finalidades quando da criação do blog. Não publicamos e nem publicaremos artigos de cunho sensacionalistas e muito menos elitistas. Estamos sempre, como apregoa o slogan desse espaço "a serviço da cidadania" e temos sempre como desejo maior incitar a participação dos (as) nossos (as) leitores (as) e colaboradores (as) em assuntos que de forma direta e indireta interfere na sua vida, positiva ou negativa.


Neste ano, como no anterior os maiores acessos foram proporcionados por artigos ligados a área educacional e quando da publicação no grupo “Historiadores”, na rede social facebook. Os três últimos artigos, por exemplo, nos renderam uma receptividade que corroboraram para alavancar o pico de acessos durante cinco dias consecutivos acima de 1000/dia. Na imagem acima, pode-se perceber que a postagem intitulada “Vinte livros que todo historiador deveria ler” obteve até o presente momento mais 220 curtidas, mais de 30 compartilhamentos e diversos comentários, o que nos permite dizer que isso só ocorreu depois da leitura da matéria. As outras duas (também recentes) e sob o título “Disponível para download Coleção ‘História da Vida Privada no Brasil’” e “Sócrates, René Descartes, Blaise Pascal e Sto Agostinho em filmes” nos proporcionaram muita visibilidade, tanto que já estão entre as mais vistas da semana.

Queríamos muito está externando essa alegria afirmando que a receptividade maior dos nossos artigos fossem aqueles direcionados a Altaneira, mas infelizmente.... No entanto, o nosso maior compromisso é com essa municipalidade, tanto que sempre primamos por escrever sobre assuntos que interfere direta e indiretamente na vida dos altaneirenses.

Para comemorar a passagem dos 04 anos do IF, resolvemos lançar no último dia 23 de março a série Blogueiros de Altaneira. As publicações visavam discorrer sobre os principais nomes deste município que resolveram dedicar parte do seu tempo a escrever sobre fatos que perpassam a área da educação, política, religião, cultura e outras temáticas que de alguma forma possui ligação com essa municipalidade. Passaram pela série aqueles assíduos e também os que por algum motivo deixaram de atualizar seus portais. Nomes como o de Vinícius Freire, José Evantuil, Paulo Robson, Humberto Batista, Edezyo Jaled, Pedro Rafael, Claudio Gonçalves, Júnior Carvalho, Givanildo Gonçalves, Adeilton Silva e Raimundo Soares Filho protagonizaram nossos artigos. Todos homens. Esperamos que no 5º ano possamos incluir na série as "blogueiras". Dedicamos um momento ainda para a professora Lucélia Muniz, única para a série Blogueiras de Nova Olinda.

Porém a visibilidade e a credibilidade do IF só são possíveis porque temos você leitor, você leitora, colaboradores (as) como propagadores (as) dos nossos ideais.

Um forte e fraterno abraço!!!

Continue Lendo...

26 abril 2015

Em 1 minuto de video, conheça a revolução na astronomia que proporcionou o Telescópio Hubble

0 comentários


Imagem capturada do vídeo "Tributo ao Aniversário de 25  anos do Telescópio Hubble".
Tendo sido projetado e construído entre as décadas de 70 e 80 do século passado, o Telescópio Hubble tem esse nome em referência ao astrônomo americano Edwin Powell – aquele que primeiro conseguiu provar que as até então chamadas nebulosas eram na verdade (em sua maioria), galáxias independentes, assim como também a Via Láctea. Foi a partir de suas observações ainda que houve a assertiva de que as galáxias estão se afastando, dando subsídios para a teoria do Big-Bang.

O Hubble foi lançado em 1990, ficando no espaço, livre das interferências da atmosfera terrestre, o que lhe permite a captação de imagens precisas de lugares distantes do universo.

Em um vídeo de um minuto e cinquenta e dois segundos você confere o que de melhor proporcionou esse telescópio na astronomia.

           
Continue Lendo...