2/28/2014

II Congresso da ABRAÇO Ceará é adiado

0 comentários



A associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária no Ceará - ABRAÇO Ceará publicou nesta quinta-feira, 27, em seu site, que o II Congresso Estadual das Rádios Comunitárias está programado para ocorrer no próximo dia 14 de março no Sesc Centro de Fortaleza das 8h às 18h e que está recebendo sugestões de temas a serem discutidos na programação.

De acordo com a publicação, as sugestões a serem discutidos no Congresso é uma forma de democratizar o evento desde sua organização que terá como propósito discutir junto as representações das rádios comunitárias a renovação da diretoria de suas associações e planejar suas ações para o próximo triênio. 

Reunião que definiu os participantes da Rádio Comunitária
Altaneira FM para o II Congresso.
O Informações em Foco registrou em publicação no dia 20 do corrente mês que o evento ocorreria nesta sexta-feira, 28, conforme anúncio feito no próprio site da ABRAÇO – CE. Foi registrado também que o no último dia 16 de fevereiro, em reunião da diretoria da Associação Beneficente de Altaneira (ABA), entidade responsável pela manutenção da Rádio Comunitária Altaneira FM, ficou acordado que as locutoras Elenice Pereira, do programa “Eu Te Conto” e Michele Alves, do “Tarde Mania” representarão esse veículo de comunicação no congresso. Além delas, Cícero Chagas, do Conselho Fiscal também irá.

A diretoria da ABRAÇO Ceará informou que o adiamento se deu em atendimento a solicitações das filiadasMovimentos sociais e representantes do Ministério da Comunicação e da Anatel estarão presentes. 

Na oportunidade, além da eleição da nova diretoria, serão eleitos os delegados para o Congresso Nacional da ABRAÇO que será realizado em abril do corrente ano, em Brasília.

Para enviar sua sugestão, basta mandar um e-mail para abracoceara@gmail.com ou publicar na página facebook.com/abracoceara.



Continue Lendo...

2/27/2014

O sarcófago do Real

0 comentários



O PSDB reuniu seus próceres e alguns convidados ilustres, como os governistas de sempre, Renan Calheiros e Romero Jucá, para comemorar os 20 anos do Plano Real.

Atordoado com o indiciamento e a renúncia de Eduardo Azeredo (deputado do PSDB-MG); atropelado pelo escândalo da Siemens e chamuscado com o fio desencapado do caso Alstom; com a garganta seca pelo susto de uma crise de racionamento de água em São Paulo; enfim, com uma avalanche de notícias ruins, era preciso mudar de assunto.

Que tal como comemorar, pela enésima vez, mais um aniversário do Plano Real?

A celebração, embora feita no Senado neste dia 25, teve como referência o 27 de Fevereiro de 1994, data em que foi publicada a certidão de nascimento do Plano Real.

A Medida Provisória nº 434, assinada pelo presidente Itamar Franco, criava a Unidade Real de Valor (URV) e previa sua posterior substituição por uma nova moeda, o Real - o que viria a ocorrer em 1º. de julho daquele ano.

Aécio aproveitou o aniversário para criticar a política econômica do governo Dilma Rousseff. É seu foco principal, quase exclusivo.

Sua crítica mais ácida é que Dilma não respeita o tripé que sustenta o Plano Real: o cumprimento das metas de inflação, o câmbio flutuante e a manutenção de um superávit primário elevado.

É difícil saber por que os tucanos reclamam. Das três vezes em que a inflação superou o teto da meta, duas foram no governo FHC (2001 e 2002).

O câmbio flutuante só foi implantado por FHC em seu segundo mandato, de uma forma tão atabalhoada que gerou a crise econômica mais aguda que o Real já atravessou.

O Superávit primário foi sempre maior nos governos de Lula e Dilma do que ao longo do governo FHC (a página do Banco Central na internet traz as séries históricas que permitem fazer todas essas comparações).

Os tucanos reclamaram, na solenidade, que o PT não apoiou o Plano Real e não reconheceu o "legado" de FHC. De fato, o PT foi contra o Plano Real e carimbou de “herança maldita” a situação que recebeu em 2003.

Mas é fácil explicar a posição do PT. É isso o que se espera de um partido de oposição: que se comporte como oposição.

Difícil é entender que o próprio PSDB não tenha defendido o Real, com unhas e dentes, e não tenha se ufanado do legado de FHC durante as últimas três campanhas presidenciais.

Em 2002, 2006 e 2010, os candidatos tucanos, José Serra e Geraldo Alckmin, varreram FHC para baixo do tapete.

Renegaram o legado que FHC invoca. Deixaram para trás o que julgavam passado.

Hoje, Aécio celebra o passado. O PSDB tem mesmo boas razões para comemorar. Demorou 12 anos para o partido voltar a defender o governo FHC.

Antes que seja tarde, ambos, FHC e o PSDB, lutam para entrar para a História em uma posição melhor do que saíram.

O governo tucano terminou com inflação retornando à casa de 2 dígitos, dólar fora de controle, zero de reservas internacionais, empréstimos do FMI, apagões e racionamento de energia.
Eis uma parte importante do legado que, décadas depois, preferem que seja esquecida.

Os tucanos seguiram à risca o provérbio de Pedro Malan, segundo o qual, no Brasil, até o passado é incerto. A aposta e a celebração, portanto, fazem sentido. Olhar o passado é sempre uma oportunidade para tentar reescrevê-lo.

O PSDB demonstrou, neste aniversário do Real, que sobrevive e resmunga em seu sarcófago, esperando o retorno de seus dias de glória. 

O partido quer voltar a ser governo porque simplesmente não consegue e não aguenta mais ser oposição.

O difícil é chegar lá dormindo o sono profundo de sua falta de projeto para o país e confinado à letargia de suas iniciativas.

Essa elite política destronada e embalsamada roga aos deuses do universo que a despertem e a conduzam ao seu Palácio; suplica que lhe devolvam o cetro, de preferência, em uma carruagem dourada.

Assim se explica que FHC tenha invocado, em seu discurso, a ajuda divina. Exclamou, ou praguejou, contra a reeleição de Dilma Rousseff: "De novo o mesmo, meu Deus?!"

A análise é do cientista político Antonio Lassance e foi publicado originalmente no Carta Maior
Continue Lendo...

Fundação ARCA, em Altaneira, desenvolve projeto “Leitura em Arte”

0 comentários



A Fundação Educativa e Cultural ARCA iniciou nesta quarta-feira, 26, junto a crianças do município de Altaneira, o Projeto “Leitura em Arte”.

Francilene Oliveira e Amanda Almeida na abertura do
Projeto "Leitura em Arte". Foto: João Alves.
Ministrados pelas egressas do ensino médio e voluntárias desta entidade, Francilene Oliveira e Amanda Almeida, o projeto tem o propósito de ampliar as ações oferecendo a comunidade o acesso a leitura, a arte e o lazer através de rodas de leitura e contação de história.  Faz parte ainda dos objetivos o trabalhar com a arte como ponto de partida para desenhar um novo cenário para o ler, o escrever e a interpretação de mundo. O “Leitura em Arte” tem Flavia Cícera como coordenadora.

Ao compartilhar fotos no seu perfil da rede social facebook, Francilene Oliveira afirmou que apesar de cansativo, gostou do primeiro dia em contato com a criançada. O sentimento foi o mesmo de Amanda Almeida. “Amei o primeiro dia de projeto”, disse ela em comentário na rede social.

Através da leitura e da arte o ser humano se permite viajar para o desconhecido, explorá-lo, entender os sentimentos e emoções que o cercam. Neste sentido deve-se sempre buscar novas formas que possam propiciar as crianças momentos que desperte nelas o gosto pela leitura, o amor ao livro, à consciência da importância de se adquirir o hábito de ler, não só na escola, mas em todos os espaços.

A Fundação ARCA já trabalha nessa linha, desenvolvendo projetos como “Biblioteca ARCA da Leitura” e a “Inclusão Digital”. Este último encontra-se com inscrições abertas para a formação de nova turma.

Confira outras fotos do início do Projeto




Continue Lendo...

2/26/2014

Inserção da Educação para a Diversidade no PNE é defendida por Jean Wyllys

0 comentários



O Deputado Jean Wyllys (PSOL/RJ), durante audiência da Comissão Especial que analise o Plano Nacional de Educação - PNE, realizada na tarde da última terça-feira, 25, teceu dura critica a tentativa de fundamentalistas religiosos retirarem a educação para diversidade sexual e de gênero do PNE.

Em sua página na rede social facebook, Wyllys compartilhou argumentos utilizados no encontro. "Não há cartaz advogando pelo fim dos gêneros que possa negar os gêneros inscritos nos corpos. Travestis e transexuais estão nas escolas e suas existências precisam ser respeitadas no texto da lei; as pessoas advogam que não precisa se lutar por uma equidade de gênero, mas a quantidade de mulheres vítimas de violência sexual nesse país é enorme e esta é uma violência de gênero", disse o deputado.

É digno de registro que a Câmara chegou a aprovar o texto do PNE com a inserção da educação inclusiva após articulação de Jean Wyllys e de demais deputados defensores de direitos humanos, mas estes trechos  foram retirados no Senado após pressão dos fundamentalistas.

Como o texto foi modificado no Senado, houve a necessidade de retorno à casa legislativa federal, vindo a se encontrar agora em análise na Comissão Especial, cujo o deputado petista do estado do Paraná, Angelo Vanhoni  que ora responde pela relatoria decidiu por manter o texto que outrora foi aprovado pelos deputados. A temática em questão tem até o dia 20 (vinte) de março para ser votada.

Continue Lendo...

Matrículas crescem na educação infantil, mas estabilizam no ensino médio

0 comentários



O número de matrículas em creches cresceu 7,5% em 2013 em relação ao ano anterior e 2,2% na pré-escola. O crescimento, no entanto, não se reflete no ensino médio, cujas matrículas estão estagnadas (-0,8%). Os dados são do Censo da Educação Básica 2013, divulgados nesta terça-feira (25) pelo Ministério da Educação - MEC.

Crianças no CREI Ciranda do Saber (Altaneira-CE) por
ocasião do "Projeto Identidade". Foto: CREI
Na apresentação, o ministro Henrique Paim e o presidente do Inep, Francisco Soares, afirmaram que o fluxo escolar está melhorando, isto é, há menos alunos atrasados que estejam matriculados na educação básica. Essa seria a razão para a redução no número de matrículas no ensino fundamental.

Em 2013, havia 13,3 milhões de estudantes matriculados nos anos finais do ensino fundamental. O montante é 2,8% menor que o número de 2012. Apesar dessa correção no fluxo, o número de matrículas no ensino médio não cresceu e segue estagnada a números equivalentes aos de 2007.

"A boa notícia é que está melhorando a aprovação", afirmou Francisco Soares. "Mas o abandono no 1° ano [do ensino médio] ainda é grande." Soares não soube especificar os números de aprovação e retenção dos estudantes na educação básica e afirmou que os dados serão divulgados posteriormente.

O número de alunos da Educação de Jovens e Adultos - EJA caiu. Em 2013, 2,44 milhões de estudantes cursavam o ensino fundamental em salas de jovens e adultos, o número é 4,5% que o do ano anterior. No ensino médio, a queda é de 1,6% (1,32 milhões).

Educação profissionalizante

O número de alunos na educação profissional cresceu no último ano, tanto na rede pública como na rede privada. A rede pública teve 749.675 matrículas em 2013, um crescimento de 2,7%. Na rede privada, o aumento foi de 9,3% (691.376).

O MEC deve mapear os alunos na saída do ensino fundamental para saber se eles estão abandonando os estudos, seguindo para o EJA ou para o ensino profissionalizante.


Com MEC/UOL



Continue Lendo...

2/25/2014

PSOl lança chapa concorrente a presidência da República

0 comentários



Randolfe e Luciana, pré-candidatos do PSOL á presidência,
em ato com presença de expoentes do partido.
O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) lançou ontem (24), em São Paulo, a chapa com os pré-candidatos à presidência e vice-presidência da República para as eleições de 2014, respectivamente o senador Randolfe Rodrigues (AP), e a ex-deputada federal Luciana Genro (RS).

O evento de lançamento dos candidatos à sucessão de Dilma Rousseff, segundo o partido, foi o início do processo de elaboração do programa de governo que será apresentado ao país posteriormente, mas ainda sem data definida.

Assim, o tom do ato político foi menos de propostas e mais de críticas ao governo de Dilma Rousseff. “O Brasil está sendo governado de costas para o povo”, afirmou Randolfe. Para ilustrar a tese, tendo as manifestações populares como pano de fundo, o senador citou a taxa básica de juros e a "dependência" do Brasil, segundo sua avaliação, do capital internacional especulativo como motivação dos protestos e do descontentamento.

As manifestações de junho mostraram a insatisfação com a situação do país. Precisamos de mais junhos”, discursou Luciana Genro. Segundo ela, as pautas das manifestações de meados de 2013 (transporte público, saúde e educação) não foram resolvidas e por isso os protestos continuam.

Randolfe disse que a legenda apoia as manifestações, mas ressalvou ser contra a violência. “Vamos apoiar quaisquer protestos e repudiar a violência, venha de onde vier.”

A pré-candidata à vice comentou as pesquisas que apontam diminuição do apoio popular a manifestações e protestos. “As pessoas se afastam das manifestações por causa da violência policial e também de grupos isolados”, declarou Luciana Genro. Os líderes defenderam o deputado Marcelo Freixo de suspeitas de que teria ligações com grupos que promovem violência nos protestos de rua. “O PSOL saiu unido e forte deste episódio”, disse Randolfe. “Foi um ataque às mobilizações e ao PSOL”, afirmou Luciana Genro.

Segundo pesquisa do Datafolha divulgada nesta segunda-feira, 52% dos entrevistados são a favor das manifestações. Em agosto de 2013 eram 77% e, em junho do mesmo ano, 81%.

Financiamento

Randolfe Rodrigues criticou também o sistema político e o financiamento privado e garantiu que, na campanha eleitoral, o PSOL só receberá verbas do fundo partidário e doações de pessoas físicas. “Não receberemos dinheiro do agronegócio, de empreiteiros e de bancos.” Segundo ele, o partido apoia a Ação Direta de Inconstitucionalidade ajuizada no Supremo Tribunal Federal pela Ordem dos Advogados do Brasil contra o financiamento de campanhas eleitorais por empresas privadas.

O julgamento da ação, que começou em dezembro, está suspenso por pedido de vista do ministro Teori Zavascki. Os ministros Luiz Fux, Dias Toffoli, Joaquim Barbosa e Roberto Barroso votaram a favor da tese da OAB.

Finanças

Em coletiva à imprensa concedida pelos principais líderes do partido, entre os quais os deputados federais Ivan Valente (SP), Chico Alencar (RJ) e Jean Wyllys (RJ) e os deputados estaduais Marcelo Freixo (RJ) e Carlos Gianazzi (SP), Randolfe Rodrigues criticou os governos tucanos de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e os dos petistas Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff, que, de acordo com o senador, são dois modelos semelhantes. “Um faz a privatização descarada, o outro a privatização envergonhada. No nosso governo, não falaremos em dar autonomia ao Banco Central, mas vamos devolver o BC ao povo brasileiro”, prometeu.


Via Rede Brasil Atual


Continue Lendo...

Altaneira promove II Conferência Municipal de Proteção e Defesa Civil

0 comentários



Participantes durante realização da II Conferência Municipal de Proteção e Defesa Civil. Foto Seagri.
Representantes do poder público, de entidades sindicais, associações, funcionários e demais membros da sociedade do município de Altaneira estiveram reunidos na manhã desta terça-feira, 25, no auditório da Secretaria de Assistência Social com o propósito de realizar a II Conferência Municipal de Proteção e Defesa Civil – II CMPDC.

Na abertura do Encontro, o prefeito Delvamberto Soares fez menção à importância de se discutir temas dessa natureza. Segundo ele, o município buscará formular iniciativas que visem fortalecer a participação e o controle social nas políticas públicas desse setor.

A iniciativa caminha no sentido de seguir orientação do governo federal, que lançou há dois anos o Plano Nacional de Gestão de Riscos e Desastres.  Em 2012 uma lista com mais de 800 (oitocentos) municípios prioritários em ações de proteção e defesa civil foi divulgada.

O Secretário de Agricultura e Meio Ambiente e que na oportunidade responde pela coordenação da conferência, Ceza Cristóvão, ministrou palestra enfocando a Defesa Civil. Ceza apresentou e discutiu as finalidades do evento que, dentre outros, encontra-se promover, incentivar e divulgar o debate sobre novos paradigmas para a proteção e a defesa civil e Propor princípios e diretrizes para a implementação da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Esse evento se configura como um momento crucial, pois através dele pode-se conhecer a realidade local, fator essencial para reduzir os riscos de desastres. Não posso julgar os que aqui não estão. Não sei os motivos das ausências, mas tenho certeza que vocês que se encontram nesse local serão peças fundamentais na participação e nos prestarão orientações no que diz respeito à elaboração de propostas. Afinal, o mais importante é a participação da comunidade”. Afirmou Ceza Cristóvão.

Elanny, Secretária de Assistência Social apresentando
os delegados eleitos.
Dentro da temática proposta, os participantes foram segregados em quatro eixos temáticos, a saber: I - Gestão integrada de riscos e resposta a desastres; II - Integração de Políticas Públicas relacionadas à Proteção e à Defesa Civil; III - Gestão do Conhecimento em Proteção e Defesa Civil e IV - Mobilização e promoção de uma cultura de Proteção e Defesa Civil na busca de Cidades Resilientes.

Após apresentação dos grupos, foi eleito pela plenária os delegados que irão representar o município nas etapas subsequentes, estadual e nacional. João Felipe e Ceza Cristóvão foram escolhidos, vindo a representar a sociedade civil e o poder público municipal, respectivamente. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Iran Amorim e, a Secretária de Cultura, Esporte e Turismo, Ana Maria, os substituirão no impedimento dos titulares de participarem das etapas posteriores.

O evento que teve como tema "Proteção e Defesa Civil": Novos Paradigmas para o Sistema Nacional" foi apresentado pelo cerimonialista Antonio Pereira e foi realizado pelo Governo Municipal, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, contando com o apoio da Secretaria de Assistência Social.
Continue Lendo...

Porque Jefferson não desperta “os instintos mais primitivos” da direita

0 comentários



Roberto Jefferson, desde o início de sua carreira como auxiliar de apresentador do programa “O povo na TV”, foi um homem que usava e abusava das agressões verbais, violentas, destas que se faz em estado catatônico, claro que sempre estudado para as câmaras.

Assim foi até a CPI dos Correios, com direito a olho roxo e à estudada provocação a José Dirceu com a famosa frase de que ele “despertava seus instintos mais primitivos

Depois, o câncer o fez recolher-se e, aparentemente, passar a guardar um comportamento mais discreto.

A ridícula pantomima de Joaquim Barbosa adiando por mais de três meses sua prisão, sem que houvesse nada que o justificasse, quando mandar prender, em pleno feriado, os demais condenados, parece, entretanto, reacendido esta veia em Jefferson.

A torta montada por Barbosa ao decretar sua prisão numa sexta-feira, sem expedir incontinenti, entretanto, seu mandado de prisão, deu a chance de colocar uma cereja como gran finale.

Deu um final de semana de estrelato à pobre figura do ex-presidente do PTB (do PTB da direita, no qual ele entrou lá atrás, em 1982, com Sandra Cavalcanti, a lacerdista).

O passeio, em grande estilo, numa Harley Davidson é o toque de caricatura que lhe faltava.

Ainda assim, porque é que não se destila em relação à sua figura o ódio midiático que se desfechou contra os líderes petistas?

Ninguém chamou de “deboche” seu gesto.

Há uma espécie de compunção na direita feroz, por ter de ver um dos seus ter de ir-se, para que os outros pudessem ser levados.

Jefferson parece à vontade em seu novo papel, não é um homem frágil como sua saúde pode, de fato, ser.

Ninguém irá discutir sua necessidade de atenção médica ou seu direito de ir trabalhar, como prevê o regime semiaberto.

Ninguém investigará a quinta geração dos que, por ventura, lhe ofereçam um emprego ou doem algo para que pague sua multa.

Jefferson deve ser tratado com respeito a seus direitos de apenado e sem vinditas políticas.

Porque soltar, para com quem está preso e indefeso, os “instintos mais primitivos” não é coisa apenas de selvagem.

É de covarde.

É ser como foi a nossa mídia com os condenados do PT.


Via Tijolaço
Continue Lendo...

2/24/2014

PSOl lança pré-candidata ao Governo do Estado do Ceará

0 comentários



Adelita Monteiro é ligada aos movimentos sociais.
Foi lançada no último sábado, (22/02), a primeira de oito pré-candidaturas possíveis do Partido Socialismo e Liberdade do Ceará (PSOL-CE) para disputar o Governo do Estado. Com o mote “uma candidatura popular”, a artesã Adelita Monteiro anunciou o interesse no pleito, apoiada por grupos de movimentos sociais e de sindicatos. O prazo para serem anunciadas as pré-candidaturas nesta agremiação é até o dia 27 de fevereiro. Nomes como o do vereador João Alfredo (Psol) e do ex-presidente estadual do partido, Renato Roseno, ainda não definiram posição.

Adelita que milita há 15 anos nos movimentos sociais Militante de movimentos ressaltou que a pré-candidatura é independente de apoio de correntes estaduais. A pré-candidata é artesã e mora na periferia de Fortaleza. Ela afirma ainda que a inspiração para a campanha parte da vivência pessoal com o dia a dia semelhante ao de trabalhadores dependentes de serviços públicos.

A pré-candidata conta com o apoio da vereadora Toinha Rocha, da presidente do Sindifort, Nascélia Silva, de um dos fundadores do PT-CE e do Psol, Gilvan Rocha, e do coordenador estadual da CSP Conlutas, Valdir Medeiros. Estiveram presentes também integrantes do Movimento Esquerda Socialista (MES), uma das correntes nacionais, liderada pela ex-deputada Luciana Genro (RS).

Articulações

Outros sete nomes no Psol são cotados para pré-candidatos: Renato Roseno, João Alfredo, o ambientalista Alexandre Costa; o chefe de gabinete de João Alfredo, Moésio Mota; o integrante do sindicato dos trabalhadores rurais de Quixadá Eronilton Buriti; e o sindicalista ligado aos bancários Ailton Lopes.

A corrente interna “Insurgência”, da qual fazem parte João Alfredo e Renato Roseno, se reúne nesta semana para definir pré-candidaturas. Segundo Alfredo, na primeira reunião do grupo, o nome de Roseno foi cotado para a pré-candidatura ao Executivo Federal, e João Alfredo disputaria vaga no Legislativo. Porém, destaca ele, ainda não há definições.

De acordo com publicação no site da agremiação no último dia 22, “O grupo que a articula, define o lançamento da pré-candidatura como um momento onde ‘celebraremos a luta por um mundo justo, reforçando nosso compromisso com as bandeiras históricas dos trabalhadores e movimentos sociais’”.


Com PSOL Ceará/O Povo
Continue Lendo...

2/23/2014

O Informações em Foco está de cara nova

0 comentários



O tempo demorou mais do que imaginamos e, até, bem mais do que gostaríamos. Reconhecemos.

Porém, finalmente, o Informações em Foco já conseguiu credibilidade nesses dois anos na rede mundial de computadores. Quase que diariamente recebemos por telefone sugestões de textos. Em tempos que escrever vem exigindo cuidados redobrados, temos que redigi-lo da forma mais correta e não raramente, a prova de intrigas. Toda via, nos sentimos honrado e feliz por estar contribuído de alguma forma, principalmente através deste portal, com a tomada de consciência crítica e para o exercício da cidadania.

Novo painel do Blog Informações em Foco.

Mesmo assim, não temos a pretensão de nos tornarmos uma microempresa com anúncios e, ou, divulgação de empresas para arrecadarmos patrocínios. Não criamos esse portal com essa finalidade, mas respeitamos e entendemos quem o faz.

Ante isso, tornamos público mais uma vez a satisfação de termos construído um espaço que, como você pode perceber reúne cada vez mais pessoas.

Nos primeiros meses do lançamento, a ter início em abril de 2011 a angustia nos tomou conta ao percebermos as poucas visualizações. Quase que desistimos. Quase. Em 2012 conseguimos, pela primeira vez, dois mil acessos em um único dia. Ano passado, tivemos nossos maiores acessos e de forma constante, o que é mais gratificante. Sempre ou quase sempre, superiores a 900 acessos/dia.

Números que para nós não tem nenhum auxílio financeiro, mas não deixamos de reconhecer como significativos para receber publicidade e acima de tudo publicidade alicerçada na cidadania.

O corpo de editores somos apenas dois. O Cláudio Gonçalves e eu. De domingo a domingo buscamos deixar você, leitor assíduo ou não, atualizado com informações a nível nacional, regional, estadual e do município de Altaneira.

A contribuição do Cláudio se volta mais para a parte técnica. Todo o visual que você percebe ao acessar o endereço do blog é feito pelo companheiro este parceiro. Nessa nova cara, por exemplo, colocamos além dos itens Política, Educação, Esporte, Cultura, Saúde e Variadas, o item “Contatos” sempre na perspectiva de ampliarmos cada vez mais nossa ligação com o que temos de mais importante, você.

Continue Lendo...

2/22/2014

Com público variado, Altaneira em Revista é lançada

0 comentários



Alunos, professores, secretários, prefeito, vereadores, empresários e servidores municipais no lançamento da Altaneira em Revista. Foto: João Alves.
O Auditório da Secretaria de Assistência Social foi palco na noite desta sexta-feira, 21, do lançamento da Altaneira em Revista. O projeto foi pensado e exposto pela Rede de Blogs desta municipalidade e, que nesta primeira edição resenhou os principais textos publicados durante os quatro anos na rede mundial de computadores do Blog de Altaneira.

Na abertura do lançamento, Raimundo Soares Filho, do blog resenhado, fez uma síntese dos artigos contidos nesta 1ª edição, como aqueles que retratam a luta pela emancipação desta localidade e de personagens simples que deixaram seu legado. Ganha ênfase aqui a professora Dona Fausta e seu Chico Preto, até então tido como o homem mais velho.

Soares expôs ainda as dificuldades que encontrou para a construção do projeto, como a falta de parceria e na seleção das postagens. “Foi muito difícil ver artigos muitos interessantes não sair nessa primeira edição, em virtude do sorteio que tivemos que fazer”, argumentou.

João Ivan, ex-prefeito em quatro oportunidades, ressaltou a importância da Altaneira em Revista e disse que se sentia feliz por estar testemunhando a sua inclusão na revista.

Também fez uso da palavra o atual prefeito, Delvamberto Soares (foto ao lado).

O gestou fez menção a passagem dos quatro anos do portal e a relevância em trazer para o público, principalmente aqueles sem acesso as redes sociais, um pouco da história do município.

Professor Fabrício Ferraz.
Fabrício Ferraz, professor de história da rede estadual, fez um discurso de agradecimento. “Tirei algumas fotos de forma despretensiosa, mas fico muito feliz em perceber que estou na capa da revista.”. De acordo com ele, a revista  tem uma função social muito importante e poder ser uma fonte de estudo para os altaneirenses. Sentimento compartilhado antes por este signatário.

Também se utilizaram da palavra o professor de Física Paulo Robson e João Alves.

Francisco Fenelon, primeiro prefeito desta municipalidade e que foi o entrevista desta primeira edição teve sua ausência justificado por Raimundo Soares. O mesmo estava na capital do estado.

A grande maioria dos anunciantes marcaram presença e contou ainda com vereadores, professores, diretores e coordenadores escolares, alunos e secretário municipais.

A Revista está a venda a um preço de R$ 10,00 na Copy Arts e com Humberto Batista, Sérgio e João Alves.

Confira mais fotos











Continue Lendo...