31 outubro 2013

Por que o PSDB, agora, é a favor do Bolsa Família?

0 comentários



Na quarta-feira 30, dia em que o Bolsa Família completou dez anos, o senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, divulgou um projeto de lei inusitado. O tucano deseja tornar permanente o programa que, por anos, atacaram. A mudança de posição chama a atenção, mas não é uma surpresa completa. Ela vem sendo construída por meio de declarações há algum tempo, mas agora toma a forma de um ato político, cujo objetivo é tentar remodelar a imagem do PSDB às vésperas das eleições de 2014.

No primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o PSDB se dedicou a deslegitimar o Bolsa Família. Tucanos de várias estirpes afirmavam, como revela uma busca simples no próprio site do partido, que o programa era “esmola governamental”, “esmola eleitoreira”, feito para “atingir as metas eleitorais do PT”, “assistencialismo simplista que não apresenta benefícios concretos”. Em editorial intitulado “Bolsa Esmola” e publicado em 13 de setembro de 2004, o PSDB afirmava que o programa “reduziu-se a um projeto assistencialista” e “resignou-se a um populismo rasteiro”.

Esse discurso criou dois grandes problemas para o PSDB.

O primeiro é dificultar, diante da consagração do programa, que o eleitor ligue o partido ao Bolsa Família. Teria sido fácil para o partido lembrar que o Bolsa Família teve início como uma junção de quatro programas do governo tucano de Fernando Henrique Cardoso (Bolsa Escola, PNAA, Bolsa Alimentação e Auxílio-Gás) e que a ideia de unir os benefícios foi dada a Lula por um tucano, o governador de Goiás, Marconi Perillo. As críticas distanciaram o PSDB da origem do projeto. E abriram espaço para o PT assumir a paternidade e os dividendos eleitoras do programa a partir da sua ampliação e sofisticação. Hoje o governo é premiado pela instituição do Bolsa Família, reconhecido mundialmente.

O segundo problema criado pelo discurso do PSDB foi atrair para sua base eleitoral alguns dos setores mais reacionários da sociedade brasileira, os Almeidinhas sobre os quais escreve Matheus Pichonelli. Essa é uma fatia do eleitorado capaz de produzir furor nas redes sociais ao questionar o sufrágio universal, mas insignificante demais para eleger alguém a um cargo público. Como afirmou a ministra Tereza Campello a CartaCapital recentemente, não se discute mais quem é contra ou a favor do Bolsa Família.

Com Aécio Neves no comando, a cúpula do PSDB parece estar ciente de que o Bolsa Família é quase uma unanimidade. Muitos dos militantes do partido, entretanto, precisarão passar por uma reeducação. Em maio, na convenção que elegeu Aécio presidente do partido, o senador mineiro afirmou que o “DNA” do PSDB “está em todos os programas de transferência de renda”. Antes dele, porém, tucanos de menor expressão subiram ao palco para reclamar do “bolsa esmola”.



Via Tijolaço/Carta Capital

Continue Lendo...

30 outubro 2013

Comunidades rurais de Altaneira receberão o projeto de cisternas para produção de alimentos

0 comentários



Representantes de entidades do município de Altaneira em
reunião que definiu calendário de cadastramento das famílias.
Foto: João Alves.
Por Givanildo Gonçalves

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável - CMDS realizou na manhã desta quarta-feira, 30, reunião da comissão do projeto de implementação de cisternas para Produção de alimentos no semiárido cearense, desenvolvido pelo Banco do Nordeste - BNB e a Organização Barreira Amigos Solidários – OBAS. O Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável reuniu-se na sede da Associação Raízes Culturais de Altaneira - ARCA a pedido dos representantes da OBAS, por já conhecerem o trabalhos prestados por essa entidade, o objetivo dessa reunião foi criar e capacitar a comissão municipal para a execução e recebimento do projeto de cisternas para Produção de alimentos no semiárido cearense.

Esly Almeida, Agente de Desenvolvimento do BNB
esteve no Notícias em Destaque expondo pontos
do Projeto de Cisternas.
Na reunião estiveram presentes representando o BNB, a Superintendente Francisca Jeania Rogério Gomes, o Agente de Desenvolvimento, Esly Almeida Melo Filho e os representantes da OBAS Manoel Jorge Pinto da Franca e Ivam Amaro de Sousa. Várias entidades do município também estiveram presentes como, ASPROTACO, ASPROSACUM, ASPROVALER, ARCA, ABA, ACS e o poder publico.

Foi apresentado pelos representantes da OBAS Jorge Pinto e Ivam Amaro de Sousa todo o processo de execução do projeto, tratando dos critérios, seleção das famílias, escolhas das comunidades e a meta total de 60 cisternas calçadão por município. O conselho indicou para execução dos projetos as seguintes comunidades: Taboquinha, Taboleiro, Córrego, Tabocas, Açudinho, Chapada Dos Romeiros, Samambaia e Estevão. Saem na frente as comunidades da Taboquinha, Tabuleiro, Córrego, Açudinho, Chapada dos Romeiro e Samambaia, entendendo-se que a prioridade é dada pela quantidade de famílias com cisternas de primeira água (água para consumo) por comunidade, sendo estas com no mínimo 10 cisternas e ainda caso haja vaga terá a possibilidade de incluir as demais comunidades, Tabocas e Estevão.

Definiu-se também o calendário de cadastramento das famílias e de capacitações em gestão da água para produção de alimentos. As mobilizações das famílias ficaram pautadas da seguinte maneira 02 e 03/12 e o GAPA (Gestão de Água para Produção na Agricultura) 07 e 08/12. Vale ressaltar que apenas a família que já possui a cisterna redonda, do projeto 1 milhão de cisternas, poderá ser beneficiada com este projeto e mais, apenas dois municípios entre os 28 do Cariri serão contemplados, Altaneira e Granjeiro.
Continue Lendo...

Maioria dos Navegantes consideram que a Rádio Altaneira Fm não praticou Censura

0 comentários



Um dos assuntos mais discutidos da semana foi, sem dúvida, o veto da direção da Rádio Altaneira Fm as entrevistas cedidas pelo Assessor de Comunicação da Câmara e agora também blogueiro Júnior Carvalho e, pelo professor vereador Adeilton (PP).  As entrevistas versavam sobre denúncias protocoladas pelo também vereador e vice-presidente da Câmara Antonio Leite em desfavor de Adeilton.

De acordo com as denúncias Adeilton foi nomeado em gestões anteriores para exercício de cargos comissionados em que jamais exerceu as funções. Fato esse que fez Antonio Leite anexasse portaria de nomeação do Professor para o cargo de Diretor Divisão do Meio Ambiente, função, segundo o denunciante, jamais exercida pelo vereador.

Em encontro regional promovido pelo Tribunal de Contas dos Municípios – TCM, em Araripe, Júnior chegou a indagar sobre a situação exposta acima ao palestrante Nelson Rocha. ‘isso é inadmissível e inclusive o Parlamentar poder ser penalizado com a perda do cargo de vereador e também deve devolver todo o dinheiro que recebeu irreguladamente’, disse Nelson em resposta ao Assessor da Câmara publicada no Blog “A Pedreira” e que desejava expor a versão do palestrante na rádio, o que não foi veiculada no dia 25.

“Mas em uma atitude de ditadura o direto da associação arca Givanildo Gonçalves vetou a gravação que eu tinha feito com radialista João Alves e que iria ao ar no noticia em destaque que vai ao ar todos dias ao meio dia e meia”, (grifo nosso) comentou o Assessor da Câmara.

Dr. Soares foi enfático ao dizer “A censura foi clara, pois o repórter João Alves gravou entrevista com o blogueiro Junior Carvalho para o programa Notícias em Destaque e a direção vetou-a. O pior de tudo é que não houve justificativas aos ouvintes e navegantes por parte da direção da rádio comunitária” (grifo nosso).

Painel com resultado da Enquete
Na noite desta segunda-feira, 28, no grupo “A Política de Altaneira”, Raimundo Soares lançou enquete objetivando saber a opinião dos internautas sobre o lamentável ocorrido com a seguinte pergunta: Você concorda com a censura imposta ao blogueiro Junior Carvalho do "A Predeira" pela Direção da Rádio Altaneira FM? A enquete em poucos instantes gerou repercussão e vários comentários. 

Durante a manhã desta quarta-feira, 30, Dr. Soares publicou em seu Blog de Altaneira artigo enfatizando a Nota de Repúdio apresentada pelo Vereador Flávio Correia (SSD) ante a atitude da direção da Rádio. Flavio qualificou a atitude da direção da Rádio como Censura e ressaltou como sendo esta mesquinha, politiqueira, maquiavélica e com resquícios de ditadura e exigiu por parte da direção entidade mantenedora da Rádio Altaneira FM medidas severas para coibi-las. 

No que toca a enquete lançada na grupo "A Política de Altaneira", da rede social facebook, percebe-se que a maioria dos internautas não considerou o veto das entrevistas como censura. Dos 89 votantes, 51,68% afirmaram não haver censura - o que equivale a 46 votos. 48,31% foram ao encontro das posições dos blogueiros, perfazendo um total de 43 votos.

Mesmo ante os resultados o jurista Raimundo Soares Filho, o Secretário de Agricultura e Meio Ambinte, Ceza Cristovão e o Assessor de Comunicação do Poder Legislativo, Júnior Carvalho ainda cobram a publicação da Nota Explicativa da direção da Rádio que foi veiculada apenas no Notícias em Destaque, na segunda-feira, 28.

Continue Lendo...

Lula é ainda uma das últimas referências populares

0 comentários



Lula se tornou simbolo da política partidária por sua militância
sindical ainda durante a ditadura civil-militar
Reproduzimos abaixo excelente texto de cunho reflexivo publicado no portal de comunicação Tijolaço que faz alusão ao papel importante de um dos maiores ícones da história política recente do Brasil.

O artigo intitulado “O papel de Lula não é de sombra. É de luz” nota-se que o ex-presidente ainda é tido como a principal referência popular e um dos que possuem ferramentas ideológicas para tecer críticas a desgastada direita destes pais que foi responsável direta e indiretamente pelas mazelas do Brasil, principalmente dos pequenos municípios do interior dos estados.

Vamos ao texto

Lula é, infelizmente, a última referência popular remanescente do enfrentamento deste país à ditadura e da reconquista democrática.

Outros ícones, dos mais variados matizes ideológicos, já se foram, levados pelo implacável tempo.

Milhares dos que lutaram - e cumprimos, agora, o quarto final de nossas vidas – estamos aqui. Mas, além de não sermos símbolos, muitos estão cansados, entregues ou relativizando as coisas, como compete aos avôs fazerem aos netos.

Por isso mesmo, é a Lula, mais a que a qualquer um, a quem compete o papel de dizer, com todas as letras, que a quebra das regras democráticas é, hoje, a única esperança da direita para retomar o poder que perdeu pelas urnas e pelas urnas não consegue recuperar.

Não porque, no horizonte visível, existam sinais de um golpe militar (ou civil-militar) a nos ameaçar.

Mas porque só a violência, a conflagração nas ruas pode instilar na população, com o poder de ampliação que a mídia dispõe, a ideia de que o Brasil está vivendo um caos econômico e social.

Não será a polícia militar – ou a federal, como na sua miopia o Ministro da Justiça acena – quem vai acabar com o fenômeno dos black blocs e seus correlatos, menos capazes de adotar o discurso a la Marina de “democratizar a democracia”.

Se é fato de que é preciso compreender que parte de sua origem – além do infantilismo pequeno-burguês que atravessa eras – está no vazio que se formou com a perda de identidade dos partidos e da política, não é menos imperioso mostrar – talvez até resignificar – o que pretendem e para onde rumam as forças progressistas que assumiram, há 11 anos, o comando deste país.

Não é preciso sermos selvagens, nem descorteses, nem intolerantes para evidenciarmos que somos diferentes.

Nem precisamos – aliás, não devemos nem podemos – atirar à margem os que pensam diferente e nem mesmo os que, não importa suas ligações com o passado, por quaisquer razões não desejem ou ajam para ser obstáculos ao novo.

Mas, sim, necessitamos que a população seja esclarecida e numa escala muito maior do que nós, com nossos parcos meios, tentamos fazer nos limites que nossas precariedades e nossa pequenez  permitem.

É a Lula – e ele parece demonstrar cada vez maior percepção disto – que compete este papel didático que tantas vezes foi negligenciado.

Quantas vezes o PT e outras forças progressistas, integradas ao Governo, esqueceram do que ele próprio, Lula, disse ontem no plenário da Câmara?

“Mantendo sempre um pé nas instituições e outro nas ruas, começamos ali a caminhada que nos levaria à eleição para a Presidência da República em 2002.”

Registro outro trecho desta fala de Lula para refletirmos sobre o que disse antes:

“(…)essa juventude tem que saber que faz apenas 25 anos que nós estamos vivendo no mais longo período de Constituição contínua deste País. E esta Constituição e este País — por conta desse aprendizado democrático, coisa que não aconteceu em muitos países do mundo, mesmo onde houve revoluções — permitiram que um simples operário torneiro mecânico chegasse à Presidência da República e exercesse o seu poder em sua plenitude duas vezes”.

Pois essa juventude não saberá – e se confundirá – se o operário torneiro mecânico  lhe disser isso e mostrar como – mesmo que sem tanta plenitude – o exercício do poder abriu novos caminhos para ela e para o país?

Lula encarna a legitimidade pessoal para fazer isso.

Manifestação, enfrentamentos com a polícia, até uma prisão arbitrária e ilegal ele próprio sofreu. Não há black bloc que possa falar em repressão perto dele.

Mas, para que seja compreendido, ele tem de falar.

Muito e cada vez mais claramente.

Mostrar que se, como disse, Marina e Serra são sombras sobre Eduardo Campos e Aécio Neves, ele é luz sobre Dilma.

Porque se o povo entender que a desestabilização da democracia é o único jogo que resta à direita brasileira, estes grupinhos voltam a ser o que sempre foram:nada.


Mas, sem este enfrentamento na consciência popular, eles podem ser um degrau para a impensável volta do Brasil ao passado de exclusão e dependência.
Continue Lendo...

29 outubro 2013

Fui chamado de Moleque

0 comentários



Vereador Genival Ponciano (PTB).
O Poder Legislativo de Altaneira realizou na tarde desta terça-feira, 29, a última sessão do mês de outubro. Dois requerimentos foram aprovados. O que não representa novidade, pois já virou rotina se discutir, votar e aprovar apenas requerimentos. Isso quando tem.

Todo via, o que mais chamou a atenção foi à irritação do Vereador Genival Ponciano (PTB) para com este signatário. O parlamentar se utilizou do tempo livre para falar das minhas postagens neste portal de comunicação, muitas deles direcionada a levantar questionamentos e procurar mobilizar os leitores quanto a se posicionarem sobre os trabalhos precários que os mesmos vem realizando frente à Câmara. O problema é que Genival assim não entendeu e preferiu, de forma arrogante, afirmar que sou moleque. O mesmo sentimento foi compartilhado pelos seus companheiros de bancadas, o “professor” Adeilton (PP) e a “professora” Zuleide (PSDB) que ainda me acusou ser inocente por criticar seus péssimos trabalhos.

Na manhã desta terça este moleque protocolou ofício junto à assessoria administrativa da casa objetivando solicitar espaço na tribuna daquela augusta casa na próxima sessão, terça-feira, 05 de novembro. Na oportunidade estarei discorrendo sobre os 25 anos da nossa Carta Magna, os avanços e desafios. Ante ao ocorrido, afirmo que nesta quarta-feira, 30, estarei uma vez mais protocolando ofício com o propósito de esclarecer as críticas, todas fundamentadas, por mim redigida e publicada neste portal.


Continue Lendo...

28 outubro 2013

Blogueiros afirmam que a Rádio Altaneira Fm praticou censura e criticam silêncio da direção

0 comentários



Atualizada as 08h00
Os blogueiros Raimundo Soares Filho, jurista e Júnior Carrvalho, assessor de comunicação do poder legislativo de Altaneira, publicaram em seus portais de comunicação, “Blog de Altaneira” e “A Pedreira”, artigos onde tecem duras críticas a direção da Rádio Comunitária Altaneira Fm, inclusive afirmando categoricamente que a emissora radiofônica cometeu censura por não ter veiculado entrevista na última sexta-feira do servidor Júnior no Notícias em Destaque, informativo que vai ao ar, de segunda a sexta-feira, ao meio dia. O informativo é apresentado por Flávia Regina e João Alves, vulgo Garoto Beleza.

Painel do Blog "A Pedreira".
De acordo com postagem no Blog “A Pedreira”, com o título “Censura na rádio Altaneira Fm”, Júnior afirma que foi “procurado pelo meu colega radialista João Alves para dá uma entrevista para que pudesse esclarecer verbalmente sobre a ultima matéria que fiz no meu blog ‘a Pedreira’. Na oportunidade, ele diz na entrevista cita que tem “participado nos dias 23 e 24 de outubro na cidade de Araripe de uma excelente palestra oferecida pelo (TCM). Tribunal de Contas dos Municípios”. 

No artigo, Júnior recorre as denúncias apresentadas pelo Vereador Antonio Leite que foram protocoladas na capital cearense, inclusive na Secretaria da Educação do Ceará (Seduc - Ce) contra o líder da oposição na casa, o vereador Adeilton (PP) Na denúncia, o parlamentar alega que este “foi nomeado em gestões anteriores para exercício de cargos comissionados em que jamais exerceu as funções. Antonio Leite anexou Portaria de nomeação do Professor para o cargo de Diretor Divisão do Meio Ambiente função jamais exercida pelo vereador”.

Ante a isso o servidor arguiu que durante sua entrevista ao radialista João Alves no dia 25, mencionou que tinha tirado dúvidas sobre esse fato com o palestrante Nelson Rocha durante o Encontro Regional do Tribunal de Contas dos Municípios – PTCM, em Araripe.  Júnior desejava expor a versão do palestrante na rádio que teria dito ‘isso é inadmissível e inclusive o Parlamentar poder ser penalizado com a perda do cargo de vereador e também deve devolver todo o dinheiro que recebeu irreguladamente’.

Mas em uma atitude de ditadura o direto da associação arca Givanildo Gonçalves vetou a gravação que eu tinha feito com radialista João Alves e que iria ao ar no noticia em destaque que vai ao ar todos dias ao meio dia e meia”, (grifo nosso) comentou o Assessor da Câmara.

Painel do Blog de Altaneira.
Tão Logo sobe do ocorrido, O jurista e blogueiro Raimundo Soares Filho publicou na rede social facebook “Tomei conhecimento agora que o jovem Givanildo Gonçalves vetou entrevista do servidor da Câmara Municipal de Altaneira e blogueiro Junior Carvalho na Rádio Altaneira Fm. Gostaria de as razões para a censura na Rádio”. Ainda aqui, ele reproduziu a matéria no seu Blog de Altaneira com o título “Blogueiro denuncia censura na Radio Altaneira Fm”.

Os blogueiros, o radialista João Alves e alguns internautas começaram a cobrar justificativas plausíveis por parte da diretoria da Rádio e, de forma específica do Diretor de Comunicação Givanildo Gonçalves sobre o veto da entrevista do servidor Júnior e do vereador Adeilton que também foi entrevistado. Fato esse que para os blogueiros reforçam ainda mais suas críticas, pois foi dado a voz as duas partes envolvidas no processo.

Júnior ainda acusa Givanildo de ter levado os problemas pessoais que há entre eles para dentro das quatro paredes da instituição. 

Painel que reproduz enquete lançada por Raimundo Soares
Filho na noite desta segunda-feira no grupo "A Política de
Altaneira, da rede social facebook.
Na noite desta segunda-feira, 28, no grupo “A Política de Altaneira”, Raimundo Soares lançou enquete objetivando saber a opinião dos internautas sobre o lamentável ocorrido com a seguinte pergunta: Você concorda com a censura imposta ao blogueiro Junior Carvalho do "A Predeira" pela Direção da Rádio Altaneira FM? A enquete em poucos instantes gerou repercussão e vários comentários. Até o fechamento desta matéria houve 46 (quarenta e seis) votantes. 52,1% partilham da mesma posição dos blogueiros e afirmam que houve censura. Já 47,8% não percebem a atitude da direção da emissora como forma de censura. E nenhum internauta, considerando a pergunta opinou pela aceitação da censura.

Dr. Soares foi enfático ao dizer “A censura foi clara, pois o repórter Joao Alves gravou entrevista com o blogueiro Junior Carvalho para o programa Notícias em Destaque e a direção vetou-a. O pior de tudo é que não houve justificativas aos ouvintes e navegantes por parte da direção da rádio comunitária” (grifo nosso).

No próprio Notícias em Destaque, na tarde desta segunda-feira, 28, a direção da rádio deixou nota explicativa.  “SÓ PARA ESCLARECER: Foi lançado uma nota de esclarecimento sobre o ocorrido no Jornal Notícias em Destaque na data de hoje, a qual desqualifica tanto a matéria postada no blog de Altaneira, como esta enquete e ainda o uso incorreto do termo ‘censura’”, foi o que disse o Givanildo Gonçalves, Diretor de Programação da Ràdio. Mas até o momento, essa informação não chegou ao conhecimento do grande maioria dos navegantes, fato muito questionado pelos internautas, inclusive por este signatário.

Justificamos que não permitir a veiculação de entrevista em um espaço de comunicação, seja comunitário ou não é errado. Toda via, acreditamos que a palavra censura não caberia bem ao contexto. Quando fomos procurados pelo João para opinar a respeito do ocorrido lhe perguntamos se o Givanildo Gonçalves havia dado justificativas para não veicular a entrevista. Ele disse que sim. Ante a isso, devemos dizer que faltou comunicação entre o João por não ter justificado no ar o porquê (citando a versão do Gigi repassada a ele) para os ouvintes. Faltou, por outro lado, uma característica essencial por parte da Direção da rádio, de forma específica do Gigi (TRANSPARÊNCIA) em não ter se posicionado a contento sobre a causa geradora da polêmica, mesmo tendo deixado claro os motivos de não ter veiculado a entrevista. 

Entendemos que o mais coerente e deixei isso claro ao João, ao Claudio Gonçalves, ao Cícero Chagas e ao próprio Raimundo Soares Filho seria ao invés de ouvir Francisco Adeilton e a versão de uma terceira pessoa - no caso do Junior Carvalho Junior - mesmo tendo colhido informações de membros do TCM, seria beber direto da fonte. Isso significa dizer que o Joao Alves deveria ter ido procurar o autor da denúncia, o vereador Antonio Leite e o alvo desta, o vereador Adeilton. Entendemos ainda que, embora sejam pessoas públicas, os motivos das denúncias serem sérios, necessitando, portando, de uma cobertura da emissora comunitária, há que se dizer que tem algo por trás desse processo - motivos pessoais - entre os parlamentares, e a rádio necessita ser cuidadosa ao veicular tais informações. Afirmamos ainda que esse mesmo cuidado, o próprio João necessita ter, pois não vem realizando um trabalho que coloque o Notícias em Destaque com credibilidade local, privilegiando um único setor de comunicação, muitas vezes sem o repasse das informações direto da fonte, citando o que bebeu desta.  Sempre somos a favor da quebra do dito popular que afirma que o "silêncio é a melhor resposta".


Continue Lendo...

Juventude vence e segue firme no G4 do campeonato de futebol amador de Altaneira

0 comentários



As redes adversárias foram balançadas vinte e duas vezes nessa segunda rodada do returno do 15º Campeonato de Futebol Amador do município de Altaneira. Os resultados dos quatro jogos não alterou a parte de cima da tabela, permanecendo os quatro primeiros colocada em suas devidas posições.

No jogo da última sexta-feira, 25, antecipado em virtude do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, pois alguns jogadores do Juventude estavam envolvidos diretamente nessa prova, marcada para os dias 26 e 27, o Chelsea não segurou o afobado time da casa que, de forma avassaladora balançou as redes do time de nome estrangeiro em sete oportunidades.  Marcaram para o Juventude Neném, três (03) vezes, Negão em duas (02) oportunidades, além de Tonho e Carneiro, um gol cada. Edinho, Devam Arnaldo e João Paulo foram os autores dos gols do Chelsea.

No sábado, 26, a líder Portuguesa e o vice-líder Caixa D’Água não saíram de um magro empate em 1 x 1. O famigerado Valberto marcou para a lusa altaneirense, enquanto que João Paulo voltou a encontrar o caminho do gol, vindo a empatar o duelo, dando assim números finais ao marcador. Ainda no sábado, o São Romão voltou a atuar mal dentro de seus domínios e não encontrou forças para bater o Serrano que em dia de completa inspiração dos seus atletas não tomaram conhecimentos do time do distrito e mandaram seis bolas para as redes do adversário. Sergio, duas vezes, Claudio, Erivan, Vanderson e Wilson, um cada marcaram para a equipe do Sítio Serra do Valério, enquanto Jurica, de penalty marcou o gol de honra de sua equipe. 

Tênis Van, goleiro do Vila Rica, foi o principal destaque
do jogo e responsável direto pelo empate com o Maniçoba.
Foto: João Alves.
Já no domingo, 27, em partida solitária, o Maniçoba não fez valer seu mando de campo e apenas empatou com o Vila Rica em 1 x 1. O atacante Cristiano para o Maniçoba e Raimundo para o Vila foram os autores dos gols do encontro futebolístico. 

Segundo informações de Humberto Batista, presidente da Associação Esportiva Altaneirenses, um dos grandes responsáveis pelo empate foi o goleiro Tênis Van, do Vila Rica. “... parabenizei pela atuação, a muito tempo eu não via um atleta no nosso campo fazer o que esse rapaz fez hoje, humilde bom exemplo bom caráter e conseguiu o aplauso de quase toda a torcida que foi ao campo quem não foi perdeu muito”, comentou Humberto na rede social facebook. Van reside no Município de Farias Brito que fica distante poucos quilômetros do distrito do São Romão.

Confira a classificação

1 – Portuguesa – 23 Pts
2 – Caixa D’Água – 16 Pts
3 – Maniçoba – 15 Pts
4 – juventude – 14 Pts
5 – Serrano 10 Pts
6 – São Romão – 10 Pts
7 – Chelsea – 08 Pts
8 – Vila Rica – 04 Pts


Continue Lendo...

27 outubro 2013

Altaneirenses concluem curso de formação teórica para obtenção da CNH

0 comentários



Cerca de vinte e dois alunos inciam de Altaneira iniciam
curso d formação teórica para obter CNH.
Cerca de vinte e duas (22) pessoas do município de Altaneira iniciaram na última sexta-feira, 19, o Curso de Formação Teórica para Obtenção da Carteira Nacional de Habilitação – CNH.

O curso oferecido pelo Centro de Formação de Condutores Feitosa - CFC Feitosa, com sede na Rua São Luiz, nº 240, em Juazeiro do Norte foi ministrado pelo instrutor Edilberto Lima durante dois finais de semana, distribuídos entre os dias 19, 20, 21, 26 e 27 do mês corrente objetivando obter a classificação “A” ou “AB”. A CFC Feitosa é credenciada pelo DETRAN-CE.

A carga horária determinada pela Resolução 168/04 - CONTRAN é de 30 (trinta) horas aula, distribuída da seguinte forma:


Disciplina
Carga Horária
Legislação de Transito
12 h/a
Direção Defensiva
08 h/a
Noção de Primeiros Socorros
04 h/a
Noção de Mecânica de Veículo
02 h/a
Noção de Proteção e Respeito ao Meio Ambiente e Convívio Social no Transito
04 h/a

No último encontro, 27, os alunos expuseram de forma sintetizada as principais causas de acidentes e alguns procedimentos que devem ser adotados pelos condutores junto às vítimas, assim como da relação entre os veículos automotores com o meio ambiente.

É digno de registro que os veículos estão entre os maiores poluidores do meio ambiente. A preocupação com redução das emissões de monóxido de carbono desses veículos não é nova e já vem sendo desenvolvido ações nesse sentido. O Programa Nacional de Controle da Poluição por Veículos Automotores – PROCONVE, de iniciativa do Ibama corrobora nesse sentido. Ainda assim, essas ações são ineficientes para superar essa problemática, visto que a cada dia o número de automóveis vem aumentando em um ritmo avassalador, o que vem a contribuir o aumento ainda maior das emissões. Ao passo que buscar enfrentar de forma efetiva e constante esse entrave social nas vias a partir de uma educação no transito voltada para o víeis de uma cidadania ambiental constitui um desafio, afirmamos durante exposição das temáticas.

Instrutor Edilberto Lima
Para o instrutor Edilberto Lima “o verdadeiro condutor é aquele que tem uma postura pacífica, consciência pessoal e de coletividade, tem humildade e autocrítica”. Ele lembra ainda que “todas as nossas atividades exigem aperfeiçoamento e atualização”.

As próximas etapas a serem seguidas, com datas ainda a marcar serão o exame teórico-técnico, constituído de prova eletrônica contendo quarenta (40) questões, onde o candidato deve obter aproveitamento de 70% de acertos para a aprovação, ou seja, 28 questões. Tão logo se conclua essa etapa os aprovados realizarão o curso de prática de direção veicular.

As aulas ocorrerão na Secretaria de Assistência Social e tiveram Cláudio Gonçalves, Vinícius Freire e Socorro Mendes como os responsáveis pela mobilização e formação das turma, além da organização do espaço.
Continue Lendo...

26 outubro 2013

Palmeiras volta à elite do futebol brasileiro

0 comentários



Valdívia foi um dos heróis do acesso do Palmeiras a elite
do futebol brasileiro.
O Palmeiras está, finalmente, de volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Foram 342 dias de um novo sofrimento ao torcedor alviverde, desde o famigerado gol do ex-ídolo Vágner Love e a consequente queda, até o empate contra o São Caetano, neste sábado, por 0 a 0.

O fato de o Verdão ter uma traumatizante experiência na segunda divisão, quando a disputou pela primeira vez em 2003, não serviu para diminuir o nervosismo do elenco, do comandante Gilson Kleina, que havia vivido de perto o descenso, mas principalmente de todos os amantes de um dos clubes mais vitoriosos do futebol brasileiro.

É verdade que, apesar de alguns tropeços com más atuações, como as derrotas para América-MG, ABC-RN e Icasa-CE e empates decepcionantes contra América-RN e Ceará, por exemplo, o retorno do Palmeiras ocorreu sem maiores sustos. Desde a 4ª rodada ocupando uma vaga no G-4 da Série B, a equipe demonstrou de forma frequente sua superioridade técnica sobre adversários sem qualidade, campos ruins e arbitragens fracas, que chegaram a gerar revolta dos palmeirenses.

Heróis do acesso

A queda do Palmeiras, em 2012, foi o estopim para a saída de vários jogadores contestados daquele elenco, como João Vitor, Artur e Daniel Carvalho. A ideia era utilizar uma espinha dorsal formada por Henrique, Marcos Assunção, Wesley, Valdivia e Barcos, mas Assunção não entrou em acordo com a nova diretoria para renovar e foi para o Santos, enquanto o atacante argentino, que fora artilheiro da equipe na temporada, acabou se transferindo para o Grêmio, mesmo depois de se comprometer, por meio de um vídeo, a jogar a Série B pelo Verdão.

A confiança e a necessidade de os remanescentes se unirem e jogarem mais ficou ainda maior. O clube trouxe contratações que chegaram com status de titulares, como Fernando Prass, o zagueiro Vilson e os atacantes Leandro e Alan Kardec, enquanto outros atletas vieram para compor elenco, casos de Marcelo Oliveira, Charles, André Luiz e Léo Gago.

De fato, a fórmula deu certo. Mesmo jogadores "operários", como o incansável Márcio Araújo e o atacante Serginho, mantiveram a regularidade e ajudaram o time a conquistar a vaga. Do lado dos mais experientes, o goleiro Fernando Prass fez defesas muito importantes e até defendeu um pênalti, contra o Icasa, no primeiro turno, fazendo a torcida lembrar de São Marcos.

Os maiores destaques não foram surpresa para ninguém. O desempenho pelo Palmeiras, mesmo durante a segunda divisão, fez com que Henrique e Valdivia voltassem a ser convocados para suas seleções. Leandro e Vinicius (este pela sub-20) vestiram pela primeira vez a amarelinha, graças ao Verdão. Wesley, no início do torneio escalado como armador, pediu, foi remanejado para a posição de volante e se tornou outro jogador. Com arrancadas, dribles, assistências e gols, o camisa 11 alviverde foi um dos destaques desta campanha.

A frieza e precisão de Alan Kardec fizeram com que alguns palmeirenses se lembrassem dos tempos mais áureos do time de Evair, ídolo do atual camisa 14 e de muitos outros alviverdes. Ainda sobrou tempo para o Palmeiras "revelar de novo" o lateral-direito Luis Felipe, renascido depois de atuações ruins pelo time em 2010, que assumiu a posição e não saiu mais.

E o que falar do Mago Valdivia? Talvez um dos poucos jogadores do futebol brasileiro que não sentem a chamada "falta de ritmo de jogo", porque, apesar de ter feito outra temporada mais fora do que dentro do campo, quando entrou, foi decisivo. Driblou e irritou adversários, deu passes açucarados para os companheiros e teve lampejos que renovaram mais uma vez a esperança dos fãs da equipe. Em suma, sem nenhum craque, o Palmeiras volta com a força do conjunto, do suor, da raça.

O futuro é agora

Agora, a "cereja do bolo" na campanha palestrina será a busca pelo título da Série B, nos seis jogos restantes. A distância para o segundo colocado, a Chapecoense, agora a única que importa, está em   nove pontos, e o time só precisa manter o ritmo, para garantir mais este troféu, menos vistoso, em sua galeria. O que a torcida realmente deseja, entretanto, é saber como o time retornará ao lugar que é seu de direito.

Em seu último retorno, o time teve campanhas irregulares. Em 2004, 2005 e 2008, o Verdão cravou três quartos lugares no Brasileirão, indo às Copas Libertadores da América subsequentes. No entanto, além perder o título nacional praticamente ganho em 2009 e terminar em quinto, a equipe lutou e escapou de novo rebaixamento em 2006 na última rodada, e só fez figuração em 2010 e 2011, antes da 18ª colocação na edição 2012.

Esse caminho acidentado do Alviverde no Nacional é a senha do que a diretoria encabeçada por Paulo Nobre e José Carlos Brunoro precisa para aproveitar essas últimas seis rodadas e fazer um planejamento mais sólido, que garanta a estabilidade do clube, para trazer de volta o time à briga pelos principais títulos a serem disputados.

Centenário de casa nova

A próxima temporada, caso este planejamento seja bem feito, promete ser uma das mais marcantes da história do Palmeiras, por várias razões, fora a própria presença do clube de novo na Série A.

Na partida redentora diante do Azulão, o torcedor menos atento pode ter ficado confuso com o Verdão jogando de amarelo, fazendo a comentada homenagem à sua representação da seleção brasileira em 1965, mas a camisa tem outro objetivo mais atual. Se tratou do início "oficial" das celebrações do centenário de fundação do então Palestra Itália, que acontece em 26 de agosto de 2014.

O retorno do time ao seu modernizado Jardim Suspenso, agora chamado de Allianz Parque, também gera expectativa no torcedor palmeirense, ligeiramente alheio à discussão interminável entre clube e construtora sobre quem tem direito a quê dentro da casa alviverde. Tudo o que o palestrino quer é voltar a abraçar seu amor maior dentro de seu próprio templo, com previsão de entrega para o primeiro trimestre de 2014, se as brigas políticas não atrapalharem.

Ter ou não ter Gilson Kleina

Que o Palmeiras vai disputar a Série A em 2014, já é uma certeza. A dúvida agora fica por conta de quem vai estar à frente do time nesta nova caminhada que se inicia. Desde a eleição presidencial do clube, ocorrida em janeiro, especula-se que Kleina não é o favorito da cúpula, e desde então ele convive com o "fantasma" de uma demissão que nunca se concretizou.

Nas últimas semanas, quando o acesso do Palmeiras se tornou questão de tempo, surgiram especulações de que a diretoria estaria cogitando contratações para o ano que vem, sem consultar o atual treinador, o que poderia indicar que ele não é cotado para ter sequência no cargo. De sua parte, Kleina sempre manteve uma postura tranquila, reforçando seu desejo de ficar, mas respeitando qualquer decisão do presidente. O nome de Vanderlei Luxemburgo foi ventilado pela imprensa para assumir o time, mas Paulo Nobre negou os rumores.

Com contrato válido até dezembro de 2013, se o treinador, com suas constantes variações entre três volantes e três atacantes e "abandonos" de jogadores como Eguren e Rondinelly, ainda não conseguiu convencer Nobre e Brunoro de que merece ser "o cara" no centenário do Palmeiras, ele só tem 6 jogos para isso. Com as cartas todas na mesa, a bola está com a cúpula alviverde.



Via Yahoo Esporte Interativo
Continue Lendo...